Reunião com Campello: Fernando Miguel espera ano melhor no Vasco e vê elenco ‘parceiro do clube’

Fernando Miguel, durante treinamento do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)
Fernando Miguel, durante treinamento do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)


Novo ano e nova temporada, mas assuntos ainda antigos no Vasco. Ainda com o mês de novembro, 13º e férias em aberto com jogadores, o presidente Alexandre Campello se reuniu com o grupo na última quinta-feira para uma conversa. Em entrevista coletiva nesta sexta, o goleiro Fernando Miguel, um dos líderes do elenco, não quis entrar em detalhes sobre o papo, mas garantiu que o elenco entende a situação do Cruz-Maltino e precisa ser parceiro do clube.

​- É um assunto interno. O Campello tem tido uma postura de ser transparente com todos, com o torcedor, conosco. A conversa foi nesse sentido, do que tem acontecido. A situação financeira difícil do Vasco não é novidade para ninguém. Precisa ser assim mesmo, ser claro e vir falar. Temos demonstrado ao longo do tempo que somos parceiros do clube. No ano passado vivemos uma situação difícil. O panorama desse ano deve ser um pouco melhor em relação ao ano passado. A expectativa é que as coisas avancem fora de campo também - disse, antes do treinamento no CT do Almirante.

- O mais importante é que a gente continue com esse elo e com essa campanha de unidade total entre jogadores, diretoria e principalmente torcedores. Precisamos ser fortes em todos os sentidos. Foi uma conversa nesse sentido - completou Fernando Miguel.

Dentro das quatro linhas, o início do trabalho foi marcado pelo encontro com o técnico Abel Braga, contratado para substituir Vanderlei Luxemburgo. Fernando Miguel elogiou o novo comandante e projetou um bom 2020.

​- O Abel é um cara super vencedor. Treinador que dispensa comentários. Esperamos fazer uma parceria bacana, precisamos entender as ideias dele e coloca-las em prática. Foi um contato preliminar com Abel, estamos nos conhecendo. Eu, particularmente, não havia trabalhado com o Abel, mas conheço a história dele de sucesso, das informações de como ele conduz o grupo. O principal é que sabemos o que é vestir a camisa do Vasco, e isso facilita tanto o nosso trabalho, quanto o trabalho dele - afirmou.

Em 2020, o Vasco terá, além do Brasileirão, Copa do Brasil e Carioca, a Sul-Americana em disputa. O goleiro, que deve começar o ano como titular, projetou uma temporada mais tranquila do que foi a de 2019. O Vasco estreia no estadual no próximo dia 19, contra o Bangu, em São Januário.

- Aqueles que estão aqui precisam estar com a cabeça voltada para superar dificuldades e algumas limitações. Tem sido assim desde 2018, com inúmeras dificuldades. Escapamos de um rebaixamento que todos davam como certo e no ano passado se vislumbrou uma vaga na Libertadores, mesmo com todas as dificuldades. Esperamos um ano melhor do que foi 2019 - finalizou.













Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também