Retrospectiva LANCE!: zagueiro sofre com lesões, laterais indicam futuro promissor no Flamengo e mais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O ano de 2021 se encerrou, e o LANCE! começou a publicar uma retrospectiva do Flamengo, relembrando os feitos e os destaques do Rubro-Negro de janeiro a dezembro. Nesta segunda parte, o material é a respeito das participações dos defensores - zagueiros e os laterais. Entre os principais destaques estão os repetidos problemas de Rodrigo Caio com as lesões, a chegada de David Luiz, e o desenvolvimento de Matheuzinho e Ramon, que mostraram que podem ser o futuro do Fla nas respectivas posições.

> Saiba quem é Paulo Sousa, técnico da Seleção Polonesa e alvo do Flamengo

ZAGUEIROS

Os problemas de Rodrigo Caio em 2020 foram estendidos para 2021. Depois de atuar em apenas 32 jogos pelo Flamengo no ano passado, neste, foram 33 disputados. Dessa forma, ainda sob o comando de Rogério Ceni, a dupla de zaga costumou ser formada - na ausência do camisa 3 - por Willian Arão e Gustavo Henrique.

Já sob o comando de Renato Gaúcho, a situação mudou: o treinador retificou em algumas entrevistas que não gostava de improvisar jogadores. Assim, Arão retornou ao meio de campo, e a dupla de zaga, na ausência de Rodrigo Caio, começou a ser formada por Gustavo Henrique e Léo Pereira.

Dessa forma, Bruno Viana, que chegou neste ano por empréstimo do Braga-POR, passou a ser a última opção para Renato. Além disso, o Fla ainda trouxe David Luiz, sem clube desde que deixou o Arsenal. O ex-defensor da Seleção Brasileira fez apenas dez jogos com a camisa rubro-negra, especialmente por causa de uma lesão que sofreu na sua segunda partida, mas se firmou como titular da posição.

Ainda vale lembrar que Natan, uma das promessas das divisões de base do Flamengo, jogou apenas três jogos em 2021 pelo Flamengo. No inicio do ano, ele foi negociado junto ao Red Bull Bragantino.

David Luiz e Rodrigo Caio no Flamengo
David Luiz e Rodrigo Caio no Flamengo

Rodrigo Caio e David Luiz foram os titulares da posição (Foto: Divulgação)

LATERAL-ESQUERDO

Nesta posição, 2021 pode ter indicado ao Flamengo o futuro. Isso acontece porque Renê iniciou o ano como reserva imediato de Filipe Luís, mas foi Ramon quem terminou em alta dentro de campo.

A situação começou a mudar quando Filipe Luís e Renê estavam indisponíveis para a partida contra o Palmeiras, e Ramon precisou ser acionado. O lateral fez uma partida segura, sobretudo no sistema defensivo, e caiu ainda mais nas graças da torcida.

Renato Gaúcho, contudo, ainda preteria Renê sobre Ramon enquanto Filipe Luís, absoluto na posição durante todo o ano, estivesse machucado. Entretanto, já na reta final da temporada, o cria da base voltou a receber mais oportunidades e aparecer mais como a segunda opção na lateral-esquerda.

Renê e Ramon
Renê e Ramon

Renê, à esquerda, e Ramon, à direita, foram os substituos de Filipe Luís (Foto: Montagem LANCE!)

LATERAL-DIREITO

Pelo outro lado do campo, foi outro jogador da base que se destacou: Matheuzinho. O titular ao longo do ano foi Isla, da Seleção Chilena, mas foi o camisa 34 que atuou mais vezes e contribuiu mais no ataque, com gols e assistências.

Ainda vale lembrar que Rodinei retornou à Gávea em junho deste ano, depois do empréstimo para o Internacional. O jogador, todavia, não conseguiu vencer a concorrência no setor. Dessa forma, ele foi utilizado como opção para o segundo tempo e, também, como um ponta pela direita em determinadas partidas.

Mesmo assim, Rodinei já despertou interesses de clubes nacionais (como São Paulo, Internacional e Fluminense), além de internacionais (como o Charlotte FC, dos Estados Unidos). O diretor de futebol do Flamengo, Bruno Spindel, contudo, ressaltou que conta com ele para a próxima temporada (veja aqui).

Isla, Matheuzinho e Rodinei - Arte (Flamengo)
Isla, Matheuzinho e Rodinei - Arte (Flamengo)

Rodinei retornou ao Flamengo neste ano, enquanto Isla e Matheuzinho tomaram conta da lateral-direita (Arte LANCE!)

Confira os números dos defensores do Flamengo na temporada de 2021*:

RODRIGO CAIO

33 jogos (18V/8E/7D) - um gol e uma assistência

GUSTAVO HENRIQUE
37 jogos (24V/8E/5D) - três gols e duas assistências

LÉO PEREIRA
35 jogos (21V/10E/4D) - nenhum gol e uma assistência

NATAN
Três jogos (2V/0E/1D) - nenhum gol e nenhuma assistência

BRUNO VIANA
38 jogos (25V/10E/3D) - um gol e nenhuma assistência

DAVID LUIZ
Dez jogos (7V/1E/2D) - nenhum gol e nenhuma assistência

RODINEI
23 jogos (16V/5E2D) - um gol e quatro assistências

ISLA
36 jogos (24V/6E/6D) - nenhum gol e quatro assistências

MATHEUZINHO
58 jogos (34V/13E/11D) - dois gols e sete assistências

RENÊ
32 jogos (20V/6E/6D) - um gol e duas assistências

FILIPE LUÍS
43 jogos (28V/7E/8D) - nenhum gol e três assistências

RAMON
24 jogos (21V/9E/6D) - um gol e três assistências

*Números não contam a reta final da temporada de 2020, que foi finalizada em fevereiro de 2021 por conta das mudanças no calendário devido à Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos