Retrospectiva LANCE!: Em ano sem títulos, Real Madrid vê Vini Jr. se transformar em estrela galáctica

·5 min de leitura


2021 chega ao fim para o Real Madrid sem a equipe conquistar nenhum título, algo que não é tão comum na agremiação espanhola. No entanto, apesar do jejum de troféus, o ano do clube da capital não foi só de derrotas. Veja a seguir na Retrospectiva LANCE! como foram os 12 meses do time merengue.


VINI JR. CONSOLIDADO COMO ESTRELA
Contratado em 2017 ainda antes de estrear como jogador profissional, o brasileiro Vini Jr. viveu altos e baixos desde que desembarcou em Madri, em 2018. Entretanto, o ano de 2021 foi o da confirmação do atacante ex-Flamengo como nome importante do elenco principal.

Ainda na temporada passada, Vinícius foi o principal responsável por colocar o Real Madrid nas semifinais da Champions League. Comandado por Zinédine Zidane à época, o Real Madrid eliminou o Liverpool nas quartas de final com show do brasileiro no jogo de ida. Em atuação de gala, o camisa 20 marcou dois gols na vitória por 3 a 1. Na volta, as equipes empataram em 0 a 0.

+ Veja a tabela e os jogos da La Liga

Se o fim da temporada 2020/21 foi animador para Vini Jr., o início de 2021/22 foi para ninguém pôr defeito. Depois do Real Madrid perder Cristiano Ronaldo em 2018, e sem Hazard assumir o protagonismo esperado desde que chegou, o brasileiro virou o grande destaque do ataque junto com Karim Benzema.

Com a chegada de Carlo Ancelotti, Vinícius melhorou em vários fundamentos, como a finalização, que já fora criticada em alguns momentos, e vive sua melhor fase na Europa. Vice-artilheiro do Real Madrid, o atacante entrou em campo 25 vezes até aqui, marcou 12 gols e deu nove assistências.

Levante x Real Madrid - Vinicius Junior
Levante x Real Madrid - Vinicius Junior

Vini Jr. é um dos grandes nomes do Real Madrid atualmente (Foto: JOSE MIGUEL FERNANDEZ / AFP)

ANO SEM TÍTULOS
O Real Madrid fracassou no objetivo de conquistar títulos em todas as frentes em 2021. Ainda em janeiro, na Supercopa da Espanha, os Merengues caíram na semifinal da competição, que agora tem fórmula de disputa diferente. Em Málaga, o time de Zizou foi derrotado por 2 a 1 para o Athletic Bilbao, que se sagrou campeão após vencer o Barcelona na decisão.

Se o calvário de janeiro já não fosse o bastante com a perda da Supercopa da Espanha, o primeiro mês do ano se encerrou de maneira melancólica para o Real Madrid. Na terceira fase da Copa do Rei, o time de Madri foi derrotado para o Alcoyano, da terceira divisão espanhola. O adversário será o mesmo no dia 5 de janeiro, novamente na competição eliminatória.

Na sequência da temporada, o Real Madrid caiu na Champions League nas semifinais. Depois de eliminar o Liverpool, outro clube inglês apareceu no caminho. O Chelsea, que terminou levando o título, bateu os espanhóis na última etapa antes da final. Depois de empate em 1 a 1 jogando em casa, os Blancos foram derrotados por 2 a 0 em Londres.

No Campeonato Espanhol, a última esperança de título na temporada, o clube de Florentino Pérez mais uma vez não triunfou. O Real Madrid chegou à última rodada na segunda colocação, com chances de ser campeão, mas precisava vencer sua partida, além de torcer por derrota do Atlético de Madrid. O clube merengue fez sua parte, mas o rival da cidade venceu o Real Valladolid para ficar com a La Liga.

Chelsea x Real Madrid
Chelsea x Real Madrid

Real Madrid viu o Chelsea ir para a final e ganhar seu segundo título da Champions (Foto: GLYN KIRK / AFP)

ADEUS A ÍDOLOS E POUCAS CHEGADAS
O ano também foi marcado pelo fim de alguns ciclos no Real Madrid. Ídolo como jogador e treinador, Zidane deixou o Real Madrid após terminar a temporada sem nenhum título e encerrou sua segunda passagem como treinador merengue. Para seu lugar, Carlo Ancelotti foi contratado.

Na zaga, dois nomes importantes também se foram. O primeiro foi Sergio Ramos, que ficou 16 anos no clube e está entre os maiores da história merengue. Após não chegar a acordo para renovar seu vínculo, o espanhol rumou para o PSG. Outro atleta que foi multicampeão na equipe é o zagueiro Raphaël Varane, que acertou com o Manchester United.

+ Retrospectiva LANCE!: veja o ano da Seleção Brasileira Masculina em 12 fotos

Acostumado a despejar rios de dinheiro em contratações de jogadores, o Real Madrid foi mais tímido e aproveitou as chamadas oportunidades de mercado. Na janela de transferências de verão, apenas duas contratações: David Alaba, que chegou após o fim de contrato com o Bayern de Munique, e Eduardo Camavinga, aposta para o futuro e que estava no último ano de vínculo com o Rennes.

Eduardo Camavinga e Carlo Ancelotti - Real Madrid
Eduardo Camavinga e Carlo Ancelotti - Real Madrid

Carlo Ancelotti e Camavinga chegaram ao Real Madrid este ano (Foto: Helios de la Rubia / Real Madrid)

VOLTA AO SANTIAGO BERNABÉU
2021 celebrou a volta do Real Madrid ao Santiago Bernabéu e o reencontro com o seu torcedor. Com a chegada da pandemia de Covid-19, no início de 2020, a direção merengue resolveu fechar seu estádio para um projeto gigante de reforma.

As obras, que já estavam previstas, foram iniciadas justamente no período em que o futebol ficou paralisado por conta da doença. Com isso, o Real Madrid passou a jogar no Alfredo Di Stéfano, que recebe jogos da base e fica dentro do centro de treinamentos do clube.

A primeira partida foi em 12 de setembro, exatos 560 dias após o último jogo no estádio. Em goleada por 5 a 2 sobre o Celta de Vigo, Benzema marcou três vezes, enquanto Vini Jr. e Camavinga completaram o marcador.

Apesar de estar recebendo jogos novamente, o Santiago Bernabéu ainda segue em obras e tem previsão de conclusão somente para a temporada 2022/23.

Estádio Santiago Bernabéu - Real Madrid
Estádio Santiago Bernabéu - Real Madrid

Santiago Bernabéu na sua reinauguração (Foto: Antonio Villalba / Real Madrid)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos