Retrospectiva LANCE!: ataque do Palmeiras teve volta de ídolo, heróis improváveis e queda de desempenho

·3 min de leitura


Se há um aspecto que deixou a torcida do Palmeiras descontente em 2021, certamente foi o ataque, que viveu muitos altos e baixos, sem conseguir manter um nível de atuação convincente. Ao mesmo tempo, ele precisou se reinventar, com queda de desempenho de Luiz Adriano e o retorno do ídolo Dudu, além da oscilação dos jovens, que ainda têm margem para crescer. Sem contar os heróis improváveis da Libertadores: Breno Lopes e Deyverson.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Retrospectiva 2021: relembre o ano do Palmeiras em 12 fotos

Talvez o principal ponto de lamentação do palmeirense no ano tenha sido o péssimo desempenho no Mundial de Clubes, com uma derrota para o Tigres-MEX e um empate com o Al Ahly-EGI (depois derrota nos pênaltis). O quarto lugar na competição foi atingido sem marcar gols, com mais uma atuação decepcionante dos atacantes. Algo que viria a acontecer novamente na final do Paulistão, contra o São Paulo, ficando com o vice sem balançar a rede do rival.

Muito disso se deu pela queda de rendimento de Luiz Adriano, que foi um dos principais nomes da temporada 2020, não apenas marcando gols, mas com funções táticas importantes para o time. O jogador acabou marcando apenas oito gols em 2021, contra 17 no ano passado, ou seja, apenas metade. Assim, sua relação com a torcida acabou ficando ruim, culminando em atritos.

Seu companheiro Rony também não conseguiu repetir o que havia feito na temporada 2020 em termos de participação decisiva, mas teve uma importância enorme taticamente, sendo um dos principais trunfos de Abel Ferreira na variação tática que causou a "reinvenção" do ataque com um falso 9 à frente, de muita movimentação e velocidade, permitindo que os meias como Gustavo Scarpa e Raphael Veiga tivessem espaço para chegarem ao gol.

Mas 2021 marcou também um retorno importante: o de Dudu, que estava emprestado ao Al Duhail, do Qatar. Ídolo palmeirense e um dos mais importantes jogadores da história do clube, demorou um pouco a se readaptar ao futebol brasileiro e ao estilo de Abel Ferreira, mas retomou o seu poder de decisão sendo essencial na campanha do título da Libertadores-2021, com gols nas quartas e na semifinal, cravando ainda mais seu nome na eternidade.

Não há retrospectiva do ataque sem citar Willian, que acumulou mais títulos em sua bonita história no Verdão, somando importantes números. Também não dá para deixar de falar de dois atacantes predestinados, que acabaram sendo heróis improváveis dos títulos da Libertadores: Breno Lopes, ao marcar o gol da vitória sobre o Santos na edição 2020, e Deyverson, que marcou o gol do triunfo sobre o Flamengo na edição 2021. Ambos entraram para a história.

Por fim, destaques para os jovens Wesley e Gabriel Veron, que tiveram sua importância em determinados momentos do ano, mas que poderiam ter atingido patamares melhores. Veron, por exemplo, foi responsável pela jogada do gol da classificação do Palmeiras para a final da Libertadores-2021, e Wesley fez gol na final da Copa do Brasil-2020. Os dois têm margem para crescer e podem evoluir em 2022. Assim como os promissores Giovani e Gabriel Silva.

Confira os números dos jogadores de ataque do Palmeiras em 2021:

Yago
1 jogo/0 gol

Kevin
2 jogos/1 gol

Fabrício
2 jogos/0 gol

Pedro Acácio
3 jogos/0 gol

Marcelinho
3 jogos/0 gol

Newton
4 jogos/1 gol

Rafael Elias
9 jogos/1 gol

Giovani
14 jogos/1 gol/1 assistência

Gabriel Silva
14 jogos/2 gols

Gabriel Veron
25 jogos/2 gols/2 assistências

Dudu
28 jogos/4 gols/2 assistências

Deyverson
31 jogos/5 gols/3 assistências

Breno Lopes
47 jogos/11 gols/1 assistência

Willian
49 jogos/11 gols/5 assistências

Luiz Adriano
50 jogos/8 gols/5 assistências

Wesley
54 jogos/6 gols/3 assistências

Rony
61 jogos/14 gols/5 assistências

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos