Retrospectiva 2020: Imparável, CR7 alcança marcas expressivas

João Camargo*
·3 minuto de leitura


Apesar de 2020 ter sido um ano difícil, muito por conta da pandemia da Covid-19, Cristiano Ronaldo tem motivos para celebrar. O craque português, líder e referência técnica da Juventus, conseguiu seus melhores números desde que chegou à Velha Senhora neste ano, além de ter conquistado o título do Campeonato Italiano pela segunda vez em sua carreira.

Começo com o pé direito

Apesar de ter feito 35 anos, o faro artilheiro do camisa sete continuou apurado e Cristiano Ronaldo iniciou a temporada com um hat-trick contra o Cagliari na primeira partida após as festas de final de ano. Somando todas as competições disputadas em 2020, o craque conseguiu marcar 39 gols e distribuiu seis assistências com o fardamento bianconeri. A título de comparação, em 2019 o português anotou 22 tentos e deu cinco passes decisivos.

Pausa no futebol

O ano de Cristiano Ronaldo ia muito bem até a pandemia do novo coronavírus afetar o futebol, esfriar o bom momento da Juventus e do craque em todas as competições. Nas primeiras partidas após o retorno do esporte no País da Bota, o atacante não conseguiu ajudar sua equipe nas duas últimas partidas na Copa da Itália e o time alvinegro perdeu sua primeira grande chance de erguer uma taça.

No Calcio, o português continuou dominante e liderou seu time ao nono troféu seguido do Campeonato Italiano, o que rendeu a chance de Cristiano Ronaldo ter sido chamado para participar do prêmio The Best da Fifa para concorrer ao título de melhor jogador do mundo. Por mais que sua presença possa ser contestada, os números individuais do craque não são e as estatísticas não mentem.

Genoa x Juventus
Genoa x Juventus

Cristiano liderou Juventus ao título (MIGUEL MEDINA / AFP)

Mas o principal ponto negativo estava para acontecer, embora o camisa sete tenha tentado impedir. Antes da pausa no futebol, a Juventus havia perdido o jogo de ida das oitavas de final da Champions League para o Lyon por 1 a 0. Na volta, apenas em agosto, Cristiano Ronaldo marcou dois gols, mas o 2 a 1 não conseguiu impedir a precoce eliminação da Velha Senhora no principal torneio do continente.

Covid-19

Fim de uma temporada e início de outra, mas um começo conturbado e com muitas incertezas. Sai ou não sai? As informações sobre uma crise econômica na equipe de Turim pipocam na imprensa internacional e o futuro do camisa sete, que tem contrato até 2022, era, e ainda é, indefinido, mas a principal estrela da companhia permaneceu e segue até, no mínimo, o fim desta temporada.

Temporada esta que começou complicada para Cristiano Ronaldo, contaminado pela Covid-19 quando estava em compromisso com a seleção portuguesa. Além de perder um duelo pela Liga das Nações, que não fez falta, pois Portugal venceu a Suécia por 3 a 0, o craque ficou de fora de dois jogos da Juventus. Esta ausência foi custosa e a equipe dirigida por Andrea Pirlo só conseguiu dois empates.

Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo

Durante a quarentena, Cristiano Ronaldo lançou novo visual com cabelo raspado (Foto: Reprodução)

Marcas

Após um início de temporada conturbado, o gajo encerrou 2020 como artilheiro do Campeonato Italiano com 12 gols marcados, um a mais que Lukaku, da Inter de Milão. Além disso, Cristiano Ronaldo atingiu a marca de 756 gols oficiais na carreira, enquanto Pelé lidera o ranking com 762 tentos anotados, marca que está próxima, mas que só deve ser batida pelo português em 2021. Talvez esta seja a primeira meta de uma lista de desejos que o craque possua.

A atual temporada

Apesar do início irregular no Calcio, Cristiano Ronaldo tem sido decisivo também em outras competições, como na Champions League. O camisa sete foi responsável por fazer a Juventus vencer o Barcelona dentro do Camp Nou, anotando dois gols do 3 a 0, e conquistar a liderança do Grupo G.

Cristiano Ronaldo - Juventus x Parma
Cristiano Ronaldo - Juventus x Parma

Craque termina ano como artilheiro do Calcio (Alberto PIZZOLI / AFP)

*estagiário, sob supervisão de Cayo Pereira