Retorno de Nenê ao Fluminense é tentativa batida e prova falta de repertório de Marcão

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Na noite deste domingo (24), o Fluminense volta a campo para um jogo importantíssimo dentro de seu planejamento mirando o G-6 do Brasileirão: encara o arquirrival Botafogo, equipe que perdeu nove dos últimos dez jogos que disputou e primeiro virtual rebaixado da competição. Para quem sonha com Libertadores, esse é o típico exemplo de jogo onde pontos não podem ser deixados pelo caminho. E como o Tricolor Carioca vem de atuações ruins nas últimas rodadas, o técnico Marcão optou por promover mudanças pontuais em seu time titular.

A principal delas envolve o retorno de Nenê, que deve ganhar uma vaga no ataque no lugar de Luiz Henrique ou Lucca. Como o setor está bastante desfalcado - Fred e Caio Paulista estão suspensos e Felippe Cardoso testou positivo para covid-19 -, é justo dizer que a comissão técnica tricolor está limitada em alternativas. Contudo, também é justo dizer que a volta do veterano não é a solução para os problemas ofensivos da equipe carioca, que sofreu bastante em seu setor de criação nas partidas contra Corinthians e Sport Recife.

2020 Brasileirao Series A: Fluminense v Sao Paulo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Buda Mendes/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Fluminense v Sao Paulo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Buda Mendes/Getty Images

Na teoria, o Fluminense realmente carece de um armador mais cerebral, de bom passe e capaz de ditar o ritmo do jogo, para atuar ao lado do jovem e veloz Michel Araújo, que quase sempre sai de campo extenuado pela intensa correria. Contudo, Nenê praticamente não tem sido aproveitado nas Laranjeiras nessa função tática: ao longo da temporada, vimos o camisa 77 constantemente caindo pelas pontas do ataque, escolha que gera irritação em muitos torcedores tricolores.

Nenê não tem a velocidade, o arranque, o drible e as demais qualidades para atuar como um atacante de lado e, para piorar a situação, vem de um período de inatividade pós-lesão. Seu número de gols na temporada depõe a favor de sua titularidade, mas outras estatísticas como passes decisivos e perdas de posse são bem ruins para um jogador que retorna ao time como esperança para o resgate criativo do meio/ataque. Trata-se de uma estratégia batida e que reforça a falta de repertório do Marcão, ainda que a ressalva da falta de opções seja importante de ser feita.

2020 Brasileirao Series A: Fluminense v Ceara Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID | Buda Mendes/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Fluminense v Ceara Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID | Buda Mendes/Getty Images