Bottas frustra Hamilton e impede britânico de igualar recorde de Senna

Redação Central, 15 abr (EFE).- O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, desbancou o britânico Lewis Hamilton, também da equipe alemã, ao cravar neste sábado a pole position para o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1, impedindo assim que o companheiro igualasse um recorde estabelecido por Ayrton Senna entre 1988 e 1989, quando esteve oito vezes seguidas na ponta do grid.

O tricampeão mundial conquistava poles seguidas desde o GP dos Estados Unidos, no ano passado, e havia ficado na frente neste ano nos treinos oficiais para as etapas realizadas na Austrália e na China. Hoje, o dono do carro número 44 foi superado pelo estreante na escuderia, que cravou o tempo de 1min28s769.

Entre os GPs da Espanha, de 1988, e dos Estados Unidos, de 1989, Senna foi o primeiro a conseguir oito poles consecutivas. O próprio brasileiro ficou perto de repetir a marca entre 1990 e 1991, assim como o francês Alain Prost, em 1993, e o alemão Michael Schumacher, entre 2000 e 2001, todos obtendo sete primeiros lugares em treinos classificatórios, assim como Hamilton.

Bottas, que chegou nesta temporada à Mercedes para substituir o atual campeão do mundo, o alemão Nico Rosberg, cravou assim a primeira pole position da carreira. Ao lado do finlandês, estará o outro piloto do time alemão, que conseguiu estabelecer tempo de 1min28s792.

A segunda fila é encabeçada pelo alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que liderou os dois primeiros treinos livres, mas ficou distante da briga pela ponta, marcando 1min29s247. Logo atrás largará o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, com 1min29s545.

O finlandês Kimi Raikkonen, da escuderia italiana, e o holandês Max Verstappen, do time austro-britânico, conseguiram quinto e sexto postos do grid, respectivamente. O sétimo lugar ficou com o alemão Nico Hulkenberg, da Renault.

Felipe Massa, da Williams, fez o oitavo melhor tempo do Q3, com 1min30s074. A posição de largada é a pior do brasileiro na temporada, depois de ser sétimo na classificação na Austrália, e sexto na prova seguinte, na China.

O francês Romain Grosjean, da Haas, e o britânico Jolyon Palmer, da Renault, ocuparão a nona e a décima posições no grid, respectivamente, fechando o 'top-10'.

O Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 terá largada às 12h (horário de Brasília) deste domingo. Os pilotos percorrerão 308.238 quilômetros em 57 voltas. EFE