NFL cancela jogo no México por más condições do gramado do Estádio Asteca

EFE

Cidade do México, 13 nov (EFE).- O jogo entre Kansas City Chiefs e Los Angeles Rams, válido pela temporada regular da NFL, e marcado para ocorrer no Estádio Asteca, no México, na próxima segunda-feira, foi cancelado devido às más condições do gramado.

"A decisão foi tomada depois de uma consulta à NFLPA (a associação de jogadores da NFL) após especialistas inspecionarem o gramado na tarde de hoje", disse a NFL, que decidiu mudar a partida para Los Angeles.

No sábado, depois de vários shows nas últimas semanas, o Cruz Azul enfrentou o Léon no Asteca em jogo válido pelo Campeonato Mexicano. Os buracos no gramado atrapalharam os jogadores e, apesar dos esforços dos funcionários do estádio para corrigir os problemas, a NFL vetou a partida no local nesta terça-feira.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A vice-presidente internacional da NFL, Mark Waller, explicou que trabalhou durante meses com os parceiros mexicanos para a preparação da partida, mas os eventos no Asteca e as chuvas registradas na capital mexicana nos últimos dias prejudicaram o gramado.

"O prejuízo foi significativo e jogar representa riscos desnecessários para a segurança dos jogadores. Determinamos que mudar a partida é a decisão correta", disse Walker.

Segundo especialistas, o cancelamento provocará um prejuízo de US$ 15 milhões para o governo da Cidade do México. Além disso, a capacidade do país organizar eventos deste tipo ficará abalada.

O Estádio Asteca já havia recebido jogos da liga de futebol americano dos Estados Unidos Em 21 de novembro de 2017, o Oakland Raiders venceu Houston Texans por 27 a 20.

No ano passado, o New England Patriots bateu o Oakland Raiders por 33 a 8, com um público de 77 mil pessoas no Asteca.

Há um ano, a NFL e a Secretaria de Turismo do México assinaram um contrato para realizar no México partidas da temporada regular da liga até 2021. Agora, com o cancelamento, o futuro desses jogos no país pode estar em risco.

A organização não anunciou como será a devolução dos ingressos dos torcedores. Muitos deles não moram na capital e também terão que arcar com prejuízos para cancelar voos e hospedagem na cidade. EFE


Leia também