Com gol nos acréscimos, United bate Arsenal em dia de homenagem a Wenger

EFE

Londres, 29 abr (EFE).- Um gol de Marouane Fellaini nos acréscimos deu a vitória ao Manchester United sobre o Arsenal por 2 a 1 neste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Inglês, na última visita do técnico Arsene Wenger ao estádio Old Trafford à frente dos 'Gunners'.

Antes de a bola rolar, Wenger foi reverenciado recebendo uma placa das mãos de Sir. Alex Ferguson pelos serviços prestados ao futebol inglês em 22 anos comandando a equipe londrina. O atual técnico do United, José Mourinho, reconhecido desafeto do francês, se uniu à homenagem com um aperto de mãos.

Sem chances de obter a classificação para a Liga dos Campeões através da 'Premier League', o Arsenal privilegia as semifinais da Liga Europa e repetiu apenas três titulares do empate com o Atlético de Madrid em 1 a 1 da última quinta, o goleiro Ospina, o lateral Bellerín e o volante Xhaka. A volta está marcada para a próxima quinta, na Espanha.

Os visitantes até fizeram uma partida de igual para igual, mas foram derrotados. Os 'Diabos Vermelhos' fizeram 1 a 0 aos 16 minutos do primeiro tempo, com Pogba, que aproveitou sobra dentro da área e bateu colocado.

No segundo tempo, logo aos seis minutos, Xhaka fez ótimo passe para Mkhitaryan, que empatou, mas preferiu não comemorar o gol marcado contra a equipe pela qual jogava até janeiro.

A igualdade persistiu até os acréscimos, precisamente aos 48 minutos, quando Young levantou da esquerda, Fellaini subiu mais que a marcação e escorou de cabeça para a rede.

Sem chances de título, o United praticamente garantiu o vice-campeonato, já que foi a 77 pontos, cinco a mais que o terceiro colocado, o Liverpool, que tem apenas seis a disputar. O Arsenal continua em sexto lugar, com 57 pontos, 11 de diferença para o Tottenham, que vem em quarto e fecha a zona de Liga dos Campeões.

No outro jogo do dia, o campeão Manchester City goleou o West Ham por 4 a 1 no Estádio Olímpico de Londres, mantendo o risco de rebaixamento dos donos da casa. Na 15ª colocação, os 'Hammers' somam 35 pontos, contra 32 do Southampton, que abre a zona de descenso.

Sané, aos 13 minutos, e Zabaleta, ex-jogador do City, com um gol contra, aos 27, abriram 2 a 0 para os visitantes na etapa inicial. Ainda antes do intervalo, aos 42, Cresswell descontou, mas Gabriel Jesus e Fernandinho foram à rede uma vez cada no segundo tempo e confirmaram o placar elástico. EFE


Leia também