Após tropeço, Marcelo nega que Real esteja se poupando para Champions

EFE

Madri, 19 abr (EFE).- Após o empate com o Athletic Bilbao em 1 a 1 nesta quarta-feira, o primeiro tropeço do Real Madrid no time basco em casa em 13 anos, em jogos pelo Campeonato Espanhol, o lateral-esquerdo Marcelo negou que a equipe esteja se poupando para os compromissos pela Liga dos Campeões.

"Se pensássemos apenas na Champions não disputaríamos o Espanhol. Viemos aqui para tentar fazer um bom jogo, dar tudo em todos os jogos que restam até o final da temporada. Temos que jogar e treinar como profissionais. Estamos sempre dando a cara", declarou o brasileiro na zona mista do estádio Santiago Bernabéu.

Foi o sétimo tropeço do Real em 17 jogos em casa nesta edição do Espanhol. Os maus resultados em seu estádio complicaram a vida dos 'Blancos', que vêm em terceiro lugar, com 68 pontos, 15 a menos que o líder Barcelona. Na Liga dos Campeões, a equipe busca sua 13ª taça, a terceira seguida, e enfrentará o Bayern de Munique nas semifinais.

"Não sei dizero que acontece exatamente. Tentamos fazer todo o possível para conquistar os pontos aqui, e a verdade é que esta temporada foi bastante difícil em casa. É o futebol, é assim. Fizemos de tudo para irmos bem, mas não foi possível", admitiu.

Perguntado se preferia conquistar o bicampeonato espanhol e o título da Copa do Rei juntos ou apenas a Liga dos Campeões, Marcelo destacou sua sede de títulos. "Prefiro vencer todos os campeonatos, tentar ganhar os três. Não se deve escolher, é preciso ir em busca de todos. No Real Madrid, temos que lutar por tudo", sublinhou o brasileiro, que não condenou os torcedores que vaiaram Benzema e Bale.

"Não sou eu quem tem que dizer se a torcida deve apoiar ou vaiar. Eu apoio meus companheiros. Fui vaiado aqui, vários jogadores já passaram por isso. O que é preciso é trabalhar e jogar bem para que isso não volte a acontecer", opinou. EFE


Leia também