Ancelotti lamenta expulsão de Javi Martínez: "mudou completamente o jogo"

Munique, 12 abr (EFE).- O técnico do Bayern de Munique, Carlo Ancelotti, classificou a expulsão do zagueiro Javi Martínez e o pênalti perdido pelo volante Arturo Vidal como determinantes para a derrota de sua equipe por 2 a 1 para o Real Madrid nesta quarta-feira, na Allianz Arena, em duelo de ida pelas quartas de final da Liga dos Campeões.

"Acredito que a chave foram os detalhes. Não ter convertido o pênalti e não termos ido para o intervalo com 2 a 0 de vantagem. Depois veio o cartão vermelho, que mudou completamente o jogo", disse.

Ancelotti ressaltou que sua equipe tinha conseguido neutralizar Cristiano Ronaldo, autor dos dois gols do Real, até ficar em inferioridade numérica.

"Acredito que controlamos bem Cristiano até o cartão vermelho", afirmou.

Em relação ao duelo de volta, Ancelotti mostrou esperança em poder contar com os retornos do atacante Robert Lewandowski e do zagueiro Mats Hummels, que hoje foram desfalques por lesão.

O treinador declarou também que embora seja difícil reverter o placar do primeiro confronto, o Bayern permanece na disputa pela vaga nas semifinais.

"Nossas possibilidades não são muito grandes, mas temos chances, estamos vivos", disse. EFE