Atlético-PR atropela no 1º tempo e vence Newell's na Arena da Baixada

EFE

Curitiba, 12 abr (EFE).- O Atlético manteve o embalo da conquista do título do Campeonato Paranaense, há quatro dias, venceu nesta quinta-feira o Newell's Old Boys por 3 a 0, na Arena da Baixada, e deu grande passo para avançar às semifinais da Copa Sul-Americana.

O atacante Pablo, o meia Nikão e o meia-atacante Guilherme anotaram os gols do Furacão, que saíram todos no primeiro tempo.

Hoje, o técnico Fernando Diniz se sentou no banco e escalou o time A do clube paranaense, que foi campeão estadual utilizando reservas e atletas da base. O lateral-esquerdo Renan Lodi foi o único a começar o jogo do título, com o Coritiba, a ser titular.

O defensor entrou na vaga de Thiago Carleto, que cumpriu suspensão por expulsão em 2013, quando ainda atuava no São Paulo, em partida com o Atlético Mineiro, pela Taça Libertadores.

Desde o apito inicial, o Furacão não teve qualquer dificuldade para impor seu estilo de jogo, de manutenção de posse de bola e muita agressividade na marcação. Logo aos 8 do primeiro tempo, após cobrança de escanteio da esquerda, Pablo foi no segundo andar e testou para o fundo das redes.

Aos 30, Nikão foi acionado na entrada da área e mostrou muita categoria, para dominar, cortar a marcação e bater cruzado, à esquerda do goleiro argentino Pocrnjic, que se esticou todo, mas não conseguiu evitar que a bola entrasse de mansinho.

Cinco minutos depois do segundo gol, o Furacão ampliou, quando Renan Lodi foi até a linha de fundo e cruzou na medida, para Guilherme encher o pé e estufar as redes.

Na etapa complementar, os comandados por Diniz puderam diminuir o ritmo e controlar o jogo sem levar sustos. Aos 31, o ex-Cruzeiro e Atlético Mineiro chegou a marcar mais uma vez, mas o lance foi anulado, por impedimento, pelo árbitro boliviano Gery Vargas.

A partida de volta acontecerá no dia 10 de maio, em Rosario. O time paranaense sairá com a vaga no tempo normal, mesmo se perder por até três gols de diferença, com exceção do placar de 3 a 0, que levaria o confronto para os pênaltis. EFE


Leia também