Deputado diz que Mourinho ganhará "dinheiro manchado de sangue" na Rússia

EFE

Londres, 13 mar (EFE).- O deputado do Partido Trabalhista britânico Chris Bryant disse nesta terça-feira que o português José Mourinho, técnico do Manchester United, ganhará "dinheiro manchado de sangue" ao trabalhar com a emissora russa "RT" durante a Copa do Mundo na Rússia.

Mourinho foi anunciado na semana passada como o principal destaque da emissora para a transmissão do torneio, embora não tenha os direitos para exibir as partidas.

"RT", antigamente conhecida como "Russia Today", foi criticada com dureza por políticos da França e dos Estados Unidos por veicular uma propaganda em apoio ao presidente russo, Vladimir Putin. Além disso, vários deputados pediram que a emissora perdesse a licença para transmitir no Reino Unido.

A mensagem de Bryant foi apoiada pelo também deputado Stephen Doughty, que afirmou que "os atletas famosos e os comentaristas têm que refletir cuidadosamente em que medida querem ser associados com a máquina propagandista de Putin".

A tensão entre Reino Unido e Rússia cresceu após o envenenamento do espião Serguei Skripal e de sua filha, no último dia 4 em solo britânico.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, indicou que é "altamente provável" que o Kremlin esteja por trás desse ataque e avançou que aplicará diversas medidas contra a Rússia se as suspeitas forem confirmadas. EFE


Leia também