Resultado enganoso? Seleção demora a engrenar, mas vence último amistoso pré-Tóquio

·1 minuto de leitura

Quem esperava facilidade, se frustrou - e muito. A seleção brasileira olímpica, em seu último teste antes da estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio venceu, é verdade. Mas este duas vezes atrás no placar diante dos Emirados Árabes. No final, o placar de 5 a 2 fica até um pouco enganoso pelo estágio do jogo em que o time comandado pelo técnico André Jardine balançou a rede.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A equipe verde-amarela saiu perdendo com um gol contra de Nino, mas seu parceiro de zaga, Diego Carlos, deixou tudo igual ainda no primeiro tempo. Na etapa decisiva, depois de novamente se ver em desvantagem, o Brasil desatou a fazer gols somente dos 32 minutos em diante. Reinier, Gabriel Martinelli e Matheus Cunha (duas vezes) garantiram a vitória.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Agora, é tudo Olimpíada. A seleção estreia no dia 22 de julho, em Yokohama, contra a Alemanha. Pela primeira fase do torneio, ainda pega Costa do Marfim (dia 25) e Arábia Saudita (dia 28). Nesta quinta, o Brasil foi escalado com Santos; Daniel Alves, Nino (Bruno Fuchs), Diego Carlos (Ricardo) e Guilherme Arana (Abner Vinícius); Bruno Guimarães (Matheus Henrique), Gabriel Menino e Claudinho (Gabriel Martinelli); Antony, Matheus Cunha e Paulinho (Reinier).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos