Respiradores doados pela Federação Paulista em troca da realização de jogos no Rio apresentam defeito

LANCE!
·1 minuto de leitura


Dez respiradores doados pela Federação Paulista de Futebol (FPF) para a Prefeitura de Volta Redonda, cidade do interior do Rio de Janeiro, não puderam ser instalados no Hospital Municipal do Retiro após apresentarem defeito. A informação é da BandNews FM.

+Confira a tabela do Paulistão e simule os resultados

A doação dos equipamentos foi uma promessa da FPF em troca da realização de jogos do Paulistão no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, durante a fase de proibição de realizações de jogos de futebol em São Paulo, por parte do governo estadual, durante a fase mais critica da pandemia.

Segundo a Band, a FPF confirmou que foi notificada sobre o caso e que solicitou a devolução dos equipamentos para fornecedora, que teria concordado em devolver o valor utilizado para a compra dos dez aparelhos. Ainda segundo a Federação, uma nota solicitação de compra foi feita com outra empresa, para que os respiradores sejam, enfim, utilizados.

​Com a paralisação do futebol no estado de São Paulo, a FPF fechou um acordo com a cidade de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, para a transferências de duas partidas do Paulistão 2021. Mirassol enfrentou o Corinthians e o São Bento encarou o Palmeiras no estádio municipal em troca de dez leitos de UTI para a prefeitura do município.