Sem reservas, Keiller critica impossibilidade de inscrições no Gaúchão

Destaque na classificação do Internacional contra o Caxias, neste domingo, o goleiro Keiller conversou com a imprensa após o treino desta terça-feira. Demonstrando muita personalidade e humildade, o jogador de 20 anos falou em continuar trabalhando normalmente ou até mais.

“Eu tenho continuar com a mesma rotina. Não tenho que mudar nada do que eu vinha fazendo. Tem que ter um pouco de cuidado na questão de lesões. Por mim, não mudaria nada. Trabalharia até mais”, ressaltou. “Eu tenho que manter o foco e sempre tentar melhorar”, analisou.

Leia mais: Marcelo Cirino é apresentado e já treina com o elenco do Inter

Keiller é o terceiro goleiro do Internacional. Como Danilo Fernandes ainda se recupera de uma cirurgia no pé e Marcelo Lomba sentiu uma lesão muscular na coxa, o colorado possui duas opções para o confronto da final do Gauchão no domingo, para que o jovem arqueiro tenha um reserva. A primeira é tentar acelerar a recuperação de Lomba e deixá-lo no banco caso seja necessário entrar no sacrifício. Na segunda-feira, o jogador realizou fisioterapia e apresentou melhora.

A segunda opção seria treinar um atleta da linha para caso haja necessidade de atuar no gol. Questionado sobre quem poderia atuar entre as traves, Keiller preferiu não opinar. “Vou deixar esta missão para o Zago. mas talvez um cara alto e arrojado”, disse. O arqueiro também fez questão de tranquilizar a torcida. “Não posso entrar pensando na lesão e nunca fui expulso. Acredito que todos que vão jogar a final vão ser profissionais”, afirmou.

O Internacional tentou solicitar com Federação Gaúcha de Futebol para abrir uma exceção e inscrever mais um goleiro no Campeonato, visto que o prazo de inscrições de atletas já foi encerrado. Contudo, o clube recebeu resposta negativa. Para Keiller, esta posição da Federação deveria ser repensada. “Isso tem que ser revisto por quem comanda o futebol gaúcho. Tem que haver uma exceção na regra para este momento porque isto vai fazer o campeonato perder qualidade. Numa Copa do Mundo pode, agora num Campeonato Gaúcho, não”, destacou o jogador.

O Internacional volta aos treinos na manhã desta quarta-feira. Domingo, o colorado encara o Novo Hamburgo, no Beira-Rio, às 16h (de Brasília), em busca do hepta campeonato gaúcho.