Reservas do Grêmio ficam no 1 a 1 com o Ceará antes de Gre-Nal

O Grêmio continua sem vencer na Primeira Liga. Jogando em sua arena, na noite desta quinta-feira, a equipe tricolor utilizou uma equipe repleta de jogadores reservas e ficou no empate por 1 a 1 com o Ceará.

O resultado deixou o Grêmio com 2 pontos ganhos no grupo B da competição, enquanto o Ceará, com um jogo a mais, soma 4. A atual grande preocupação do time gaúcho, contudo, é com o clássico contra o Internacional, neste sábado, também em sua arena.

Aproveitando-se de que o foco do Grêmio não estava no jogo deste meio de semana, foi o Ceará que abriu o placar em Porto Alegre. Aos 18 minutos, o veterano atacante Magno Alves levou a melhor em um vacilo da defesa adversária e não desperdiçou diante do goleiro Bruno Grassi.

Para o segundo tempo, o Grêmio voltou do vestiário com Léo Tilica no lugar de Rondinelly. E conseguiu reagir. Aos oito minutos, Lucas Rex cabeceou depois de uma falha do goleiro Éverton e igualou o marcador.

O jogo ficou aberto nos minutos finais, com chances para as duas equipes. O pequeno público gremista que compareceu à arena, o pior da história do estádio, ainda tentou empurrar o seu time à vitória, mas o placar não saiu mesmo do 1 a 1.

Pela Primeira Liga, que não valoriza, o Grêmio ainda tem um jogo atrasado da segunda rodada a disputar, contra o América-MG, em 5 de abril, em casa. O Ceará encerrou a sua campanha na primeira fase.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 1 CEARÁ

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data: 2 de março de 2017, quinta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira

Assistentes: Thiaggo Americano Labes e Fabiano Coelho da Silva

Cartões amarelos: Wallace Oliveira (Grêmio); Éverson, Lucas, Raul e Victor Rangel (Ceará)

Público: 2.200 pagantes (total de 2.944)

Renda: R$ 34.370,00

Gols: GRÊMIO: Lucas Rex; aos 8 minutos do segundo tempo; CEARÁ: Magno Alves, aos 18 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Bruno Grassi; Wallace Oliveira (Balbino), Zé Augusto, Lucas Rex e Iago; Machado, Jeferson Negueba, Ty Sandows (Jean Pyerre), Lima e Rondinelly (Léo Tilica); Lucas Coelho

Técnico: Felipe Endres

CEARÁÉverson; Cametá, Luiz Otávio, Rafael Pereira e Romário (Lucas); Raul, Richardson e Felipe Tontini; Alex Amado (Maxi Biancucchi), Victor Rangel e Magno Alves

Técnico: Givanildo Oliveira