Reservas entram bem e disputa por posição empolga Dorival Júnior

Em uma tarde em que Vitor Bueno e Bruno Henrique não conseguiram fazer em campo o que o técnico Dorival Júnior esperava de ambos, Vladimir Hernández e Jonathan Copete saíram do banco de reservas para dar mais velocidade e eficiência ao time do Santos. Após as duas substituições, o Peixe conseguiu criar oportunidades ofensivas e chegou ao gol da vitória sobre o Santo André no estádio Bruno José Daniel. E essa demonstração de força do elenco, para o técnico santista, foi mais relevante do que as decepções com seus titulares nesse sábado.

“O que nós queremos é isso, todo mundo preparado dentro da necessidade, entrando e dando uma reposta. Isso é elenco. Todo mundo focado e se respeitando, as coisas acontecem. Eu falei para ele (Copete) ‘você vai entrar e ser decisivo’. E graças a Deus deu certo”, comentou Dorival depois do jogo que encaminhou a classificação do Santos para as quartas de final do Campeonato Paulista.

Jonathan Copete, aliás, perdeu a vaga de titular para Bruno Henrique e agora corre atrás para retomar seu espaço. Nesse sábado, diante do empate sem gols, o colombiano viu a torcida pedir sua entrada em coro. O atacante, então, entrou aos 19 minutos do segundo tempo. Dez minutos depois, marcou o gol da vitória do Santos.

“Fico muito agradecido com meus companheiros e pelos torcedores, que me ajudaram hoje. A equipe do Santo André joga muito bem, com jogadores muito rápidos, mas nós marcamos o gol e conseguimos a vitória”, disse o jogador.

“Aparecendo uma condição, eles estão entrando. O Copete vinha como titular, o Bruno apareceu em numa crescente, não posso tirar isso do jogador. De repetente, o Bruno cansou (nesse sábado), sai e entra o Copete. Essa é uma resposta muito boa e tem feito com que a nossa equipe cresça. Esse foi o maior ganho para o Santos esse ano”, comemorou Dorival Júnior.