Reserva do Corinthians, Jô é decisivo nos últimos jogos e lidera artilharia e assistências da equipe na temporada

·3 min de leitura


Considerado reserva do atual time do Corinthians, Jô voltou a se firmar como importante opção ofensiva do Alvinegro. Pelo segundo jogo consecutivo, o atacante entrou no segundo tempo e deu uma assistência que resultou no gol da vitória da equipe. Primeiro ele serviu para Róger Guedes marcar no lance final do triunfo sobre a Chapecoense, na segunda-feira. E neste sábado realizou bem a função de pivô ao receber de costas para um defensor e fazer a bola chegar até Cantillo para o colombiano balançar a rede contra o Fortaleza.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

Embora criticado por muitos torcedores por não conseguir mais exibir o vigor físico do passado, o veterano de 34 anos tem os números positivos como fortes aliados para continuar ampliando a sua longevidade no Timão, que o lançou como profissional e no qual ele vive a sua terceira passagem como jogador.

Ao permitir que Cantillo marcasse o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, ele se isolou na liderança do ranking de assistências da equipe na temporada de 2021, com seis ao total. Fábio Santos, com cinco, Mateus Vital, com quatro, e Gustavo Mosquito, Adson, Giuliano e Fagner, todos empatados com três, estão logo atrás de Jô como autores de passes concluídos com bolas nas redes.

E Jô, mesmo na condição de reserva, continua sendo o maior artilheiro do Corinthians na temporada, com nove gols, seguido por Mosquito (seis), Mateus Vital e Róger Guedes, ambos com cinco. Assim, ao somar este expressivo número com suas seis assistências, o atacante participou de 15 das 69 jogadas que resultaram em tentos do time neste período. Ou seja, 21,74% do total.

Neste ranking de participações em gols do Alvinegro na temporada, Mosquito está em segundo lugar, com 12, ao marcar por seis vezes, distribuir três assistências, sofrer dois pênaltis e dar um chute/passe que gerou um gol contra de um rival. Vital, hoje fora do elenco após ser emprestado ao Panathinaikos, da Grécia, é o terceiro desta listagem, com envolvimento em dez bolas na rede ao contabilizar cinco gols, quatro assistências e sofrer uma penalidade.

PAPEL IMPORTANTE DE JÔ É EXALTADO POR SYLVINHO

Ao comentar a atuação de Jô no último sábado, o técnico Sylvinho exaltou o papel importante que vem sendo desempenhado pelo atacante no Timão, que ao vencer as duas últimas partidas em Itaquera encostou no G4 do Brasileirão - com 47 pontos, o Alvinegro ocupa o sexto lugar e se aproximou do Bragantino, quarto colocado, com 49, e do próprio Fortaleza, o quinto da tabela, com 48.

- O Jô quando entra (no time) dá sustentação (ao ataque). E antes do Jô entra o Cantillo, que começa a fazer o time tocar a bola com mais tranquilidade, essa bola fica menos nervosa, ele tem uma saída excepcional de jogo. Aí o Jô entra e cumpre muito com aquela função de um cara que tem retenção (da bola), que dá sustentação, tem corpo e mais presença de área, o gol sai também por isso - analisou Sylvinho, que prefere ver o atacante não como um reserva, mas como um dos "14 ou 15 titulares" que o treinador diz ter em sua equipe atualmente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos