CBF e Globo confirmam: por comunicação com árbitro, repórter é punido e ficará fora de rodada

Repórter Thiago Crespo tenta se comunicar com árbitro durante Atlético-MG e Corinthians. Foto: Reprodução/Sportv
Repórter Thiago Crespo tenta se comunicar com árbitro durante Atlético-MG e Corinthians. Foto: Reprodução/Sportv

Por Rogerio Jovaneli

A tentativa de comunicação do repórter do SporTV, Thiago Crespo, com o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva no jogo Atlético-MG 1 x 0 Corinthians, pela terceira rodada do Brasileirão 2018, mereceu uma punição por parte da Confederação Brasileira de Futebol, apurou o TV Esporte Blog.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Crespo, que naquela oportunidade trabalhou na transmissão do Premiere (canal pay-per-view) no estádio Independência, teve o credenciamento suspenso por uma rodada e não trabalhará neste fim de semana de Brasileirão. “A TV Globo confirma”, pronunciou-se a emissora, em resposta ao blog, sobre a punição da CBF.

Igualmente consultada, o Departamento de Comunicação da CBF esclareceu a medida imposta ao profissional: “Ele tentou comunicação com o árbitro durante o jogo, e isso é contra a regra do jogo. Nesse caso, a única punição que caberia era uma medida administrativa, que ele fosse impedido de se credenciar por uma rodada.”

“Foi uma medida da Diretoria de Competições da CBF, que cuida do protocolo, da beira do campo e de toda a movimentação, porque falou com o árbitro durante o jogo. Ele se direcionou ao árbitro e isso não pode. Todos os jornalistas são avisados que não podem, porque independentemente do que estão falando, é algo que é contra a regra e que pode suscitar suspeitas de comunicação com o árbitro”, justificou a entidade.

Na manifestação ao TV Esporte Blog, a CBF fez questão de explicar que a medida teve caráter educativo, para que a infração não mais acontecesse. “Tudo que a gente está fazendo é para evitar, para aumentar a credibilidade do jogo. A atitude fez com que ele ficasse fora do credenciamento por uma rodada, mas na próxima o credenciamento dele está liberado”, garantiu a entidade.

Como se sabe, inclusive a partir de esclarecimento feito pelo próprio repórter no programa Troca de Passes de 29 de abril, diferentemente do que foi acusado, Thiago Crespo não teve nenhuma participação na anulação do gol de Róger Guedes no primeiro tempo daquele jogo (na etapa final, o mesmo atacante viria a fazer outro gol, confirmado, que valeu a vitória atleticana). Ele apenas havia tentado saber do árbitro qual jogador do Corinthians havia sido advertido com cartão amarelo na confusão. Inclusive, a tentativa de interação ocorreu aos 42 minutos, cerca de cinco minutos depois da polêmica anulação do gol.

Leia também:
Após ameaça, jornalista do Sportv fará denúncia
Romário aconselha Gabriel Jesus: ‘Transe bastante’
Cristiano Ronaldo será protagonista em série

Leia também