Repórter da Globo sofre assédio ao tentar gravar antes de jogo da Copa

Yahoo Esportes
Momento em que torcedor tenta beijar Julia Guimarães (Reprodução)
Momento em que torcedor tenta beijar Julia Guimarães (Reprodução)

Na manhã deste domingo (24), em Ecaterimburgo, a repórter do grupo Globo Julia Guimarães sofreu uma tentativa de assédio que foi registrada pelo câmera de sua equipe antes da partida entre Japão e Senegal.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

No vídeo, postado pelo Globo Esporte, um torcedor tenta beijar a repórter enquanto ela se prepara para gravar uma passagem, mas Guimarães é mais rápida e consegue se esquivar. Em inglês, Julia deu uma bronca no torcedor, falando que aquilo era errado e que ele não deveria tratar uma mulher assim.

No Twitter, Julia lamentou a situação: “É difícil encontrar palavras… Por sorte, nunca vivi isso no Brasil! Aqui já aconteceu por duas vezes. Triste! Vergonhoso!”. Ao site do grupo Globo, ela detalhou que a primeira vez aconteceu antes da partida entre Rússia e Egito, na última terça (19).

Leia mais:
Veja a nossa página especial de Copa
– Repórter de TV alemã sofre assédio ao vivo durante a Copa do Mundo
– Empresa aérea demite funcionário que gravou vídeo assediando russas

Está longe de ser o primeiro caso de assédio registrado durante o Mundial. Além dos vídeos de torcedores brasileiros forçando mulheres a falar sobre seus órgãos genitais ou sobre sexo, um argentino foi vetado de entrar em jogos pelo mesmo motivo e uma repórter de uma TV alemã foi apalpada por um torcedor.

Leia também