Repleto de erros, Coritiba é rebaixado pela sexta vez na história

LANCE!
·1 minuto de leitura


A passagem do Coritiba na elite do futebol nacional durou pouco. Neste sábado, o Coxa foi derrotado pelo Santos na Vila Belmiro e termina o dia rebaixado pela sexta vez e sua história.

+ CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO

A campanha da queda foi catastrófica do começo ao fim. Após o vice-campeonato estadual, o ânimo do time caiu drasticamente e Eduardo Barroca perdeu o emprego com apenas quatro rodadas.

A aposta da diretoria foi o experiente Jorginho, que havia conduzido o time na reta final da Série B 2019. Nem a competência do treinador conseguiu recuperar o elenco. Em outubro do ano passado, depois do revés para o Ceará na Arena Castelão, ele não resistiu a pressão e saiu.

Antes da confirmação do rebaixamento, o Coxa teve o auxiliar Pachequinho e também Rodrigo Santana, que teve uma passagem meteórica.

Sob o comando de Gustavo Morínigo, o time mostrou um pouco mais de resistência, porém não o suficiente para evitar a queda.

Questão financeira

Além da crise técnica, o Coritiba atravessou a temporada recheado de turbulências internas, com troca na presidência, salários atrasados e crises diárias.

Agora, a diretoria terá pela frente semanas desafiadoras, onde o time precisa dar resposta dentro das quatro linhas o quanto antes.