Renovação de Igor Gomes com o São Paulo emperra

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Igor Gomes tem 100% de seus direitos econômicos presos ao Tricolor, mas pode assinar pré-contrato a partir de setembro (Rubens Chiri/São Paulo) (Rubens Chiri/São Paulo)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Depois de anunciar a renovação de Luciano e encaminhar acordo com Diego Costa, o São Paulo passa a focar suas atenções na extensão do contrato com Igor Gomes. Mas o Tricolor já percebeu que não será uma operação fácil.

Igor Gomes tem vínculo com o São Paulo até março de 2023, ou seja, ficará liberado para assinar um pré-contrato a partir de setembro. Desta maneira, o meia formado em Cotia sairia de graça. O Botafogo, inclusive, já trabalha nos bastidores por esse acordo.

Leia também:

A primeira tentativa do Tricolor de renovar o contrato não vingou. Mas o esquisito mesmo vem agora. Uma pessoa do staff de Igor Gomes assegura que não recebeu qualquer proposta para prorrogação do vínculo,

Igor Gomes tinha até o ano passado salário de R$ 30 mil mensais, mas ganhou aumento e passou para algo na casa dos R$ 100 mil. Titular absoluto com Rogério Ceni, o meia tem vencimentos extremamente defasados até em relação a reservas.

Tiago Volpi ganha por exemplo R$ 700 mil mensais, seguido por Nikão e Patrick, que faturam na casa dos R$ 600 mil entre salários, direitos de imagem e luvas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos