De renegado a herói: os 10 dias que mudaram a vida de Adrián, goleiro do Liverpool

Fábula de futebol para Adrián: contratado gratuitamente pelo Liverpool, ele se tornou uma estrela na Supercopa da UEFA em decisão nos pênaltis
Fábula de futebol para Adrián: contratado gratuitamente pelo Liverpool, ele se tornou uma estrela na Supercopa da UEFA em decisão nos pênaltis

O esporte e o futebol em particular, às vezes, sabem dar pequenos contos relevantes aos seus personagens. Foi o que aconteceu com o espanhol Adrián, goleiro reserva do Liverpool. Em 10 dias, ele deixou de ser um jogador livre para brilhar na Supercopa da UEFA contra o Chelsea.

Após seis temporadas com a camisa do West Ham, ele ficou sem clube em junho passado, quando se encerrou o seu contrato com o clube de Londres. Em agosto, a primeira boa notícia chega ao seu estafe: o campeão europeu Liverpool decide contratá-lo para ser reserva de Alisson.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Sábado, 10 de agosto. A segunda boa novidade chega: Alisson se lesiona durante a partida contra o Norwich City e Klopp tem que confiar nele na primeira rodada da Premier League. Assim vem a primeira estreia oficial pelos Reds. Por conta do problema do brasileiro, ele teve a alegria de jogar desde o início na Vodafone Arena, em Istambul. É a primeira chance de vencer um grande troféu na temporada.

Mas não é suficiente: depois de se colocar no centro das atenções com boas defesas em um jogo que durou 120 minutos, Adrián foi decisivo nos pênaltis, neutralizando o remate central de Abraham. Para o ex-goleiro dos Hammers uma verdadeira fábula esportiva, tudo concentrado em 10 dias cheios de satisfação para ele.

Leia também