Renato Gaúcho se revolta com arbitragem do GreNal e ameaça abandonar o Brasileirão: 'Vergonha'

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

A derrota do Grêmio por 2 a 1 no GreNal 429, sacramentada no último lance da partida através de um lance controverso de pênalti por mão na bola, tende a repercutir por longas semanas nas redes sociais e mesas redondas do futebol brasileiro. E quem achou que a polêmica marcação passaria batida de Renato Gaúcho, se enganou: o técnico tricolor rasgou o verbo contra a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira (SP), detonando a penalidade assinalada e colocando em xeque a credibilidade da competição.

"Parece que não querem que o Grêmio chegue ou outro time grande chegue. É tudo para o Internacional ser campeão? Ninguém está tirando o mérito do que o Internacional está fazendo no campeonato, mas todo mundo viu o que aconteceu aqui", bradou o técnico.

2020 Brasileirao Series A: Iternacional v Gremio Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Silvio Avila/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Iternacional v Gremio Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Silvio Avila/Getty Images

O comandante ainda foi além em suas declarações e ameaçou 'sair da disputa' do Brasileirão, projetando levar a campo a equipe de transição nas rodadas finais da competição. Assim, o Grêmio ficaria 'livre' para focar exclusivamente em sua preparação visando a grande decisão da Copa do Brasil diante do Palmeiras, programada para o início de fevereiro.

"Vocês falam tanto que a gente não está focado no Brasileirão, mas aí eu pergunto: a gente deveria continuar jogando o Brasileirão depois disso? Se o presidente autorizar eu vou colocar o time de transição pra jogar, porque essa vergonha aqui a gente não precisa passar. É carta marcada? Conseguiram avacalhar com o Campeonato Brasileiro. A partir de quinta, o presidente dando o 'ok', nós vamos jogar o campeonato com o time de transição. Com isso, podemos focar na Copa do Brasil", afirmou.