Renato Gaúcho renova com Grêmio e já é cobrado para ser menos teimoso

Treinador está desde 2016 no comando do Tricolor e estendeu seu vínculo por mais um ano, mas esse período promete ser de cobranças mais intensas
Treinador está desde 2016 no comando do Tricolor e estendeu seu vínculo por mais um ano, mas esse período promete ser de cobranças mais intensas

O Grêmio anunciou nessa quinta-feira (19) a renovação de contrato do técnico Renato Portaluppi, o Renato Gaúcho, por mais um ano. O antigo vínculo do treinador era válido até 20 de janeiro. Com a extensão assinada, Portaluppi deve permanecer no Imortal até o fim de 2020.

Essa última passagem de Renato pelo Grêmio é bastante vitoriosa. Nesses quase quatro anos foram seis troféus adicionados à sala de honras do clube, incluindo uma Libertadores da América e uma Copa do Brasil.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O ano de 2019, porém, não foi dos melhores, mesmo com o título do Gauchão e da Recopa Gaúcha. Sem priorizar o Brasileirão e as derrotas para o Flamengo, de Jorge Jesus (o qual criticou abertamente diversas vezes em entrevistas) na Libertadores deixaram os gremistas insatisfeitos e irritados com a teimosia e as escolhas do treinador de 57 anos.

Por isso, com o anúncio da renovação, as redes sociais se encheram de reações mistas: ao mesmo tempo que apoiavam o vitorioso comandante, também cobravam para que ele deixasse de ser teimoso e parasse de ter os "protegidos" no elenco.

A realidade do Grêmio e de Renato para 2020 parecem ser a pressão por melhores resultados e desempenhos.

Confira alguma reações dos torcedores.

Leia também