Renata Silveira sai em defesa de Guto Ferreira após técnico receber ofensas gordofóbicas

Renata Silveira defendeu Guto Ferreira (Rosiron Rodrigues/Goiás EC e Reprodução/Instagram)


O técnico Guto Ferreira, do Goiás, foi vítima de comentários gordofóbicos na última semana. O jornalista Lucas Nogueira, da "TV Brasil Central" falou que não havia espaço para colocar a lapela no treinador. Narradora da Globo, Renata Silveira condenou a atitude do comentarista.

- Que nojento isso aqui! Guto não jogou bola, Guto não foi atleta e muitas vezes, ou sempre, é isso que querem avaliar nele ou desmerecê-lo. Guto sabe de futebol como poucos. Mas quando é pra falar de "futebol x Guto", o assunto é outro. Lamentável! - criticou a locutora.

+ Imagens de boate apontam que Daniel Alves ficou com mulher no banheiro durante 15 minutos

Os comentários foram feitos pelo jornalista na última semana. Os outros membros da bancada da atração, Thaís Freitas e Jean Lopes, deram risada e endossaram a fala do companheiro. No último final de semana, o treinador respondeu os comentários e afirmou que se tratava de "bullying".

- Gente, nós temos um microfone aqui que chama lapela. No Guto não dá pra colocar lapela nele, não. Pode olhar na coletiva. Não tem pescoço, não tem uma divisória aqui (região no pescoço). Então precisa cuidar disso - disse Lucas, no último dia 15 de janeiro.

+ Mulher que acusa Daniel Alves de agressão sexual se recusa a receber indenização

- Para mim, não tem problema nenhum, sou um cara com a cabeça feita. Mas eles têm que ter responsabilidade com o que falam. O 'Brasil Central' atinge muitos espectadores no estado (Goiás) e no Brasil. São crianças ouvindo, achando graça e fazendo esse mesmo tipo de situação, que se chama bullying, entre eles - respondeu Guto.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.