Renan minimiza pressão de substituir Ceni e busca se firmar

Após ter um início de ano conturbado, tendo de deixar a pré-temporada do São Paulo nos Estados Unidos devido a uma lesão na coxa esquerda, o goleiro Renan Ribeiro virou o favorito na disputa pela titularidade da meta tricolor. Com a confiança do técnico Rogério Ceni, o camisa 22 diz não sentir pressão por estar substituindo o ídolo-mor do clube.

“Já tenho responsabilidade demais, de estar num clube grande. Só me cabe estar feliz, sou muito grato de trabalhar com o Rogério. Agora, como treinador, vai ter uma grande carreira também”, profetizou Renan, em entrevista coletiva, na última segunda-feira.

No Tricolor desde 2013, Renan ganhou a primeira oportunidade de Ceni em meio a falhas de Sidão e Denis, que eram os mais cotados ao título de preferido do treinador. Em sua estreia na temporada, o arqueiro fechou o gol contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista, e evitou a derrota tricolor no Morumbi.

A atuação rendeu novas chances e agora ele já acumula nove partidas no ano, empatado com os seus dois concorrentes, mas com a vantagem de ter atuado nas últimas cinco, o que demonstra ter a confiança do treinador.

“Fico muito feliz de trabalhar com o Rogério. Desde quando estava fora do São Paulo, admiro o trabalho dele, uma referência para mim. Ele dá o voto de confiança quando me coloca para jogar”, declarou.

O São Paulo volta a campo em 11 de maio para enfrentar o Defensa y Justicia-ARG, pelo duelo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Renan será o titular e quer aproveitar a oportunidade para se firmar na equipe. “Cabe a mim aproveitar da melhor maneira possível e dar sequência aos jogos, conseguir corresponder, e poder sempre ajudar o São Paulo”, concluiu.