Renan Bressan quer mais equilíbrio do CRB atuando como visitante

·3 minuto de leitura


Depois de ter atuado pelo Paraná na temporada passada, o meia Renan Bressan voltará a jogar em Curitiba nesta quinta-feira (22), às 19h (de Brasília), diante do Coritiba, em um duelo direto na briga pelo G4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

O jogador, que vem tendo uma boa sequência no CRB nas últimas partidas, acredita que o duelo contra a equipe paranaense será a primeira de duas verdadeiras "decisões" em sequência para as pretensões do Galo da Praia na competição nacional.

- Na Série B todo jogo é uma decisão. Esse jogo e em seguida contra o Sampaio Corrêa, são dois confrontos diretos e fora de casa, onde não temos tido bons resultados, mas temos tido rendimento. São duas decisões. O Coritiba, se não tem o melhor elenco, entre os dois ou três melhores da Série B. Um clube grande, que está invicto há algum tempo e um trabalho longo com o treinador. Será um jogo muito difícil e temos que achar esse equilíbrio fora para pontuar. Vamos com total respeito ao Coritiba, sabendo que nesse momento são favoritos por jogar em casa, por estar melhor colocado, mas temos nossas qualidades, nossas virtudes e vamos buscar fazer um grande jogo - afirmou Bressan.

O CRB, fora de casa, tem um aproveitamento atualmente de só duas vitórias e quatro derrotas. Segundo Bressan, esses números precisam ser melhorados já que, depois de alcançar uma posição no G4 ao final da última rodada, terá que brigar rodada para se manter no grupo de acesso a Série A.

- Tanto no futebol, quanto na vida de um empresário bem sucedido eu sempre falo que é difícil, sim, chegar no topo, mas é mais difícil se manter lá. É assim que eu vejo o G4. Difícil demais chegar, ainda mais nessa competição difícil como a Série B, mas mais complicado se manter lá porque a gente acaba virando alvo dos outros clubes. Então, nosso desafio é esse, achar esse equilíbrio para que a gente possa se manter o máximo possível no G4. A gente vem se preparando para achar fora de casa esse equilíbrio para se manter por muito tempo no G4” - emendou o meia que não escondeu o gosto especial por voltar a jogar em Curitiba:

- Curitiba é uma cidade que eu me apaixonei. Morei em outros lugares, mas Curitiba é diferente. Me adaptei rápido à cidade, ao Paraná na época. Então, tem um gosto especial e estou até ansioso pelo clima, gosto do frio e sei que em Curitiba está bastante frio. Então, temos tudo para fazer um bom trabalho.

Renan Bressan chegou há pouco mais de um mês ao CRB. A adaptação ao trabalho do técnico Allan Aal, profissional que já tinha trabalhado no Paraná bem como junto a alguns membros da comissão técnica, tem sido bastante satisfatória em sua visão. Entretanto, ele reforçou que quer coroar a sua chegada no Regatiano atingindo a tão sonhada conquista do acesso:

- Cheguei faz um mês e pouco e tenho conquistado meu espaço no grupo. Tive uma adaptação rápida, principalmente pela comissão, por conhecer o Allan Aal e outros membros. Ficou mais fácil de integrar ao trabalho. O grupo é muito bom, me recepcionou muito bem e entrosei rápido ao elenco. O mais difícil seria o clima, que é bastante calor e sou mais do sul e joguei muito tempo fora, mas não tem sido um empecilho e tenho me adaptado bem. Espero contribuir cada vez mais até o final da Série B. Ajudar e ser ajudado, sempre falo desse troca de ajuda entre clube e jogador e que a gente possa atingir os objetivos ao final do ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos