Renê Simões fala sobre Botafogo e diz que contrataria um 'mental coach' para buscar o acesso

LANCE!
·2 minuto de leitura


Na última quinta-feira, o treinador Renê Simões, ex-Botafogo, participou do programa "Donos da Bola", da Band. Ele falou sobre o desafio do Alvinegro Carioca na Série B e revelou que, caso fosse treinador de um time que buscasse o acesso para a primeira divisão, levaria para o clube um 'mental coach'.

+ Rescisão de Rentería com o Botafogo é publicada no BID

- Agora, o seguinte, um time que me contratasse para trabalhar para subir, eu levaria um “mental coach”. Porque você tem que trabalhar o clube, tem que trabalhar o roupeiro, tem que trabalhar o massagista, tem que trabalhar o médico e tem que trabalhar o preparador físico.

- Também tem que fazer essa integração da comissão técnica permanente com a comissão técnica que chegou. Tem que ter alguém que olhe isso, e o treinador tem que olhar o time, contratar e treinar. Então, eles focam muito no treinador e esquece do que faz o contexto todo de um clube.

Renê Simões também exaltou o Botafogo. De acordo com ele, o momento que o clube vive não pode ser confundido com a história do Glorioso.

- De que Botafogo você está falando? Se é aquele de Garrincha, Didi, Zagallo e Amarildo, eu vou ficar te ouvindo. Agora, se você for falar do Botafogo de agora, você tem que me ouvir porque você não sabe como fazer isso, e eu sei. É isso que o Botafogo tem que fazer com o Chamusca ali no clube.

Renê Simões também falou sobre o treinador do Botafogo, Marcelo Chamusca. Ele elogiou o trabalho feito no Cuiabá e acredita que o novo técnico terá sucesso no clube de General Severiano.

- Eu gostei muito do Chamusca no Cuiabá, era um time rápido, que tinha uma transição forte e veloz. A recomposição era muito boa, o time todo marcava bem e era bem posicionado. Eu acho que ele vai fazer um bom trabalho no Botafogo.