Renê duas vezes mais caro? Entenda a polêmica entre Flamengo e Sport

Goal.com

O Sport enviou uma notificação extrajudicial ao Flamengo, a fim de esclarecer o pagamento relativo ao percentual de direitos profissionais adquiridos do lateral-esquerdo Renê, que recentemente renovou seu vínculo com o clube carioca até 2022. 

O motivo da notificação foi o balanço financeiro divulgado pelo Flamengo, relativo às contas de 2019, que incluiu as movimentações de atletas do início de 2020. No documento, os cariocas declaram ter feito um pagamento no valor de R$ 5, 6 milhões ao Leão pelo lateral, no entanto o Sport afirma não ter recebido este dinheiro.

Dependendo de esclarecimentos, Milton Bivar, presidente do clube pernambucano, ameaçou cobrar o Flamengo mais uma vez quanto ao valor: " Se eles pagaram, vão ter que pagar de novo", disse, levantando o questionamento sobre a possibilidade de Renê acabar custando o dobro do preço ao Rubro-Negro carioca. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Bivar afirmou ainda que o caso está com o departamento jurídico do clube, mas não quer se precipitar, uma vez que, segundo ele, os dois rubro-negros mantém uma boa relação. "ainda não posso dar mais detalhes. Estamos aguardando uma resposta do Flamengo", declarou o presidente.

Renê chegou ao Sport em 2011, na categoria sub-20, e passou a integrar o time profissional em 2012. Depois de cinco anos e 210 jogos, o lateral deixou a Ilha do Retiro para defender o Flamengo. Na época, o clube carioca desembolsou R$ 3,9 milhões por 50% dos direitos do jogador.

Em sua quarta temporada defendendo o Flamengo,e  atualmente reserva de Filipe Luís, o lateral de 27 anos - eleito o melhor da posição no Brasileiro de 2018 - estava com o contrato para acabar ao final de 2020, mas acabou estendendo o vínculo por mais dois anos, até dezembro de 2022. Pelo time já foram 148 partidas e quatro gols, além de dez títulos, entre eles a Libertadores e o campeonato Brasileiro de 2019 e a Recopa Sul Americana de 2020.

Leia também