Remo sai na frente, mas Náutico arranca empate e mantém invencibilidade na Série B

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na noite deste sábado, pela 7ª rodada, no estádio dos Aflitos, em Recife, o Remo até conseguiu dar assustar o Náutico ao fazer 1 a 0 ainda na etapa inicial. Entretanto, o Timbu não intimidou-se e, de forma valente, foi atrás do gol de empate, praticamente nos minutos finais, selando o placar em 1 a 1.

Com o resultado, a equipe pernambucana chegou aos 17 pontos, mantendo-se na liderança da competição. Por outro lado, a equipe paraense, com o tropeço fora de casa, chegou aos 7 pontos, porém acabou caindo para a 15ª colocação.

JOGO PARELHO NOS PRIMEIROS MOVIMENTOS

Iniciando com um pequeno atraso por conta de problemas com o uniforme do goleiro Alex Alves, nos primeiros minutos o Remo, mesmo jogando fora de casa, partiu pra cima na expectativa de surpreender o adversário. Entretanto, o excesso de vontade não surtiu efeito, já que o atacante Jefferson, em três oportunidades, acabou sendo flagrado em posição de impedimento em todas.

Por outro lado, o Náutico, aos poucos, foi tentando equilibrar as coisas em campo. Sendo assim, em uma primeira tentativa, depois de um cruzamento na área da equipe paraense, Igor Fernandes conseguiu afastar o perigo. O Remo também escapou de levar o gol no lance seguinte na cabeçada de Wagner para fora.

REMO ABRE A CONTAGEM NOS AFLITOS

Com a partida ganhando em emoção com o passar do tempo, lá estava novamente o Timbu criando outra chance agora com Jean Carlos, e na sequência Vinícius tocando na bola em direção ao gol, porém Igor Fernandes apareceu para evitar o tento. Vendo o rival crescer na partida, os comandados de Paulo Bonamigo então resolveram dar o troco, aos 26 minutos, com Felipe Gedoz batendo na saída de Alex Alves para fazer Remo 1 a 0.

E bastou tirar o zero do marcador para que o confronto pegasse fogo de vez e no lance seguinte, a resposta dos donos da casa aconteceu através de um escanteio com Erick subindo mais alto para evitar o gol de seu xará Erick Flores. O Timbu continuou pressionando o rival e quase igualou tudo em uma cobrança de falta de Jean Carlos que obrigou o goleiro Vinícius a fazer a defesa.

MUDANÇAS DOS DOIS LADOS NA SEGUNDA ETAPA

Perdendo o jogo, o treinador do Timbu optou por promover suas primeiras substituições com as entradas de Yago e Marciel no lugar de Camutanga e Djavan, respectivamente. Com as mudanças, os mandantes esboçaram uma reação em busca do gol de empate, mas paravam nas boas defesas do camisa 1 rival, além das ações dos jogadores de linha adversária que bloqueavam qualquer investida.

Notando pouca criatividade em campo, o comandante do alvirrubro voltou a recorrer aos seus suplentes, colocando Rafinha e Giovany, visando aumentar seu poder de ataque, tirando Bryan e Vinícius, respectivamente. Por outro lado, notando as modificações, Paulo Bonamigo, mesmo com sua equipe em vantagem, apostou logo em uma substituição tripla, tirando Felipe Gedoz, Renan Gorne e Kevem.

TIMBU VAI PARA O TUDO OU NADA NA RETA FINAL E IGUALA

Após a 'chuva' de alterações promovidas por ambos os comandantes, o Náutico parece ter acordado e mudado sua postura. Adotando uma formação mais ofensiva, a expectativa era de surpreender e encontrar espaços na defesa da equipe paraense, como nas chances de Kieza e Hereda, assustando Vinícius.

No entanto, próximo dos acréscimos dados pelo árbitro, o alvirrubro conseguiu encontrar seu gol. Aos 42 minutos, Paiva aproveitou o erro do goleiro só tendo o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes, com direito a muita reclamação por parte do Remo alegando um impedimento. Entretanto, com o tento validado, os donos da casa se empolgaram e foram para cima em busca da virada, porém sem sucesso fechando o confronto com o placar em 1 a 1.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO x REMO - 7ª RODADA DO BRASILEIRÃO SÉRIE B
Estádio: Aflitos, em Recife (PE)
Data: 26 de junho de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (CBF-GO)
Assistentes: Christian Passos Sorence (CBF-GO) e Tiago Gomes da Silva (CBF-GO
Cartões amarelos: Camutanga (NAU) / Vinícius (REM)
Cartões vermelhos: -

GOL: Felipe Gedoz, 26'/1ºT; Paiva, 42/2ºT

NÁUTICO (Técnico: Hélio dos Anjos)
Alex Alves; Hereda, Camutanga (Yago, no intervalo), Wagner Leonardo e Bryan (Rafinha, aos 20'/2ºT); Djavan (Marciel, no intervalo), Rhaldney (Paiva, aos 31'/2ºT) e Jean Carlos; Erick, Kieza e Vinícius (Vinicius, aos 21'/2ºT).

REMO (Técnico: Paulo Bonamigo)
Vinícius; Suéliton, Romércio, Kevem (Paulinho Curuá, aos 23'/2ºT) e Igor Fernandes; Anderson Uchoa, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz (Arthur, 22'/2ºT); Jefferson (Rafinha, aos 20'/1ºT), Renan Gorne (Edson Cariús, aos 23'/2ºT) e Erick Flores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos