Relembre frases de Pelé, de seus admiradores e de desafetos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Além de gols, Pelé distribuiu frases marcantes ao longo de seus 82 anos de vida, mas também foi alvo do juízo de admiradores e desafetos. Confira abaixo algumas das principais frases ditas pelo rei, assim como as proferidas a seu respeito.

O QUE ELE FALOU

Pensem no Natal, pensem nas criancinhas

Em 1969

após marcar o gol que é considerado seu milésimo

Tento sempre separar o Pelé do Edson. O Edson é uma pessoa normal, de carne e osso, e o Pelé, como diz o próprio título do documentário, é o Pelé Eterno

Em 2004

explicando seu famoso discurso na terceira pessoa

Cá entre nós: essa ideia de o Edinho jogar no gol só pode ser praga dos goleiros que sofreram com os meus gols

Sobre o seu filho,

Edinho

Fui covarde, quando jogava. Só me preocupava com a evolução da minha carreira

Em 1996

sobre não ter lutado por boas condições para os jogadores.

Antes de falar do Pelé, Maradona precisa pedir autorização para o Zico, o Sócrates, o Romário, o Tostão, o Rivelino

Em 2000

respondendo a críticas feitas pelo argentino

Tento sempre separar o Pelé do Edson. O Edson é uma pessoa normal, de carne e osso, e o Pelé, como diz o próprio título do documentário, é o Pelé Eterno

Em 2004

explicando seu famoso discurso na terceira pessoa

Igual a Pelé não tem nem vai ter. Minha mãe me fez e fechou a fábrica

Em 2005

respondendo a Romário

Eu nem dormi, de nervoso. Quando tocou o Hino Nacional, eu tremi, quase chorei. Com 15 minutos de jogo, eu ainda tremia, mas Zito e Didi me ajudaram muito. Quando acabou o jogo, eu senti que não ia mais sair do time

Em 1968

sobre sua estreia na Copa de 1958

Eu fico sem jeito de responder. Mas a verdade é que nunca senti nada que pudesse me motivar a tomar qualquer medida em defesa da cor. As figuras mais importantes dos países onde estive sempre me trataram com carinho e respeito. Sendo assim, como é que eu ia reclamar de alguma coisa?

Em 1971

ao ser questionado sobre o motivo de não participar de nenhuma organização de combate ao racismo

Pelé é uma coisa à parte, é de Deus. É como na música. Tem 500 bons pianistas, mas Beethoven só teve um

Em 1986

sobre o

motivo de nunca ter aparecido outro jogador igual a ele

O QUE FALARAM DELE

Se Pelé não tivesse nascido homem, teria nascido bola. Até a bola do jogo pedia autógrafo a Pelé

Armando Nogueira

jornalista

O difícil, o extraordinário, não é fazer mil gols, como Pelé. É fazer um gol como Pelé. Aquele gol que gostaríamos tanto de fazer, que nos sentimos maduros para fazer, mas que, diabolicamente, não se deixa fazer. O gol

Carlos Drummond de Andrade

escritor, no Jornal do Brasil, em 1969

Após o quinto gol, eu queria era aplaudi-lo

Sigge Parling

zagueiro sueco encarregado de marcar Pelé na final da Copa de 58

Senti medo, um terrível medo quando vi aqueles olhos. Pareciam olhos de um animal selvagem, olhos que soltavam fogo

Wolfgang Overath

jogador da seleção alemã nas Copas de 1966 e 1970

Muito prazer, sou o presidente dos Estados Unidos. Você não precisa se apresentar porque Pelé todo mundo sabe quem é

Ronald Reagan

presidente dos Estados Unidos, ao receber Pelé na Casa Branca, em 1982

Subimos juntos, fora do tempo, para cabecear uma bola. Eu era mais alto e tinha mais impulsão. Quando desci ao chão, olhei pra cima, perplexo. Pelé ainda estava lá, no alto, cabeceando a bola. Parecia que podia ficar no ar o tempo que quisesse

Giacinto Fachetti

zagueiro italiano na Copa de 1970

Quando ele apanha a bola, e dribla um adversário, é como quem enxota, quem escorraça um plebeu ignaro e piolhento

Nelson Rodrigues

escritor, em crônica publicada em 1958

O Pelé calado é um poeta

Romário

ex-jogador, em 2005, em resposta a Pelé recomendando sua aposentadoria

Eu sabia que Pelé era um Deus como jogador. Agora que eu o conheci, sei que também o é como pessoa

Maradona

ex-jogador argentino, em 1979

Pelé é um escravo. Vendeu seu coração para a Fifa. E depois, quando a Fifa o chuta, ele quer fazer amizade conosco, os jogadores

Maradona

em 1997