Relembre como era o Corinthians no último jogo com torcida na Neo Química Arena

·3 minuto de leitura


Demorou, mas o dia finalmente chegou! O Corinthians voltará a jogar com sua torcida nas arquibancadas da Neo Química Arena. Esse reencontro tardou tanto, que na última vez em que o público foi ao estádio, muita coisa mudou, incluindo o próprio nome do local. Nesta terça-feira, contra o Bahia, às 21h30, a Fiel vai se deparar com uma realidade bem diferente daquela do início de 2020.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira as fotos da nova terceira camisa roxa do Corinthians

Para refrescar a memória, o último jogo do Timão que recebeu torcida foi no dia 26 de fevereiro de 2020, diante do Santo André, que terminou empatado em 1 a 1. Dali em diante, depois de uma sequência fora de casa, a pandemia piorou e o estádio não mais pôde receber torcedores. Foram, ao todo, 587 dias (que correspondem a quase 84 semanas) com os portões fechados.

Dos 22 relacionados para a partida daquele dia, apenas sete permanecem no clube: Fagner, Gil, Lucas Piton, Gabriel, Cantillo, Luan e Guilherme (goleiro). Em contrapartida 15 já não fazem mais parte do elenco corintiano. Confira a lista:

Titulares
Walter
Pedro Henrique
Pedrinho
Yony González
Vagner Love

Reservas
​Boselli
Richard
Carlos Augusto
Michel Macedo
Matheus Davó
Everaldo
Bruno Méndez
Sidcley
Janderson
Mateus Vital

Até mesmo o técnico não é mais o mesmo. Aliás, de lá para cá, contando com Tiago Nunes, que era o comandante na época, cinco treinadores dirigiram o Timão: Dyego Coelho (interino), Vagner Mancini, Fernando Lázaro (interino) e Sylvinho (o atual) foram os outros gestores nesse um ano e sete meses.

Mesmo desacreditado, aquele time acabou chegando na final do Paulistão contra o maior rival e foi derrotado nos pênaltis. No entanto, dali em diante a queda começou a ser vertiginosa e precisou chegar Vagner Mancini para dar um equilíbrio para a equipe e afastar as chances de rebaixamento no Brasileiro.

Nesse meio tempo, Andrés Sanchez que ainda era o presidente, conseguiu fechar o tão sonhado acordo pelos naming rights da Arena Corinthians. Os direitos de exploração foram comprados pela Hypera Pharma, que rebatizou o estádio de Neo Química Arena no dia 1º de setembro de 2020, aniversário de 110 anos do clube. Será o primeiro encontro da torcida com o novo nome.

Além disso, aquele torcedor que foi para Itaquera para assistir um modorrento empate em 1 a 1 com o Santo André, com gol de Boselli aos 47 minutos do segundo tempo, não imaginaria que ao voltar para a Arena assistiria a um time que conta com os retornos dos ídolos Willian e Renato Augusto, e com as adições de Giuliano e Róger Guedes, todos de nível de Seleção Brasileira.

Isso sem contar a ascensão dos jovens João Victor, Gustavo Mosquito e Gabriel Pereira, que nem passavam pela cabeça da Fiel, e as voltas de nomes históricos como os de Jô e de Fábio Santos, identificados e vitoriosos com o clube.

Mesmo que ainda com apenas 30% de sua capacidade, a Neo Química Arena nesta terça-feira certamente trará uma noite especial, de um mundo corintiano bastante diferente daquele pré-pandêmico, mas muito mais promissor e atraente. Definitivamente, é o começo de uma era para torcedores e clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos