Relembre as medalhas de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de 1984 a 1996

Yahoo Esportes
Robert Scheidt foi ouro na classe individual de vela (AP Photo/Herbert Knosowski)
Robert Scheidt foi ouro na classe individual de vela (AP Photo/Herbert Knosowski)

A partir dos Jogos Olímpicos de Moscou 1980, começou uma nova era no esporte brasileiro. Desde então, até o Rio 2016, todas as edições dos Jogos Olímpicos tiveram ao menos uma medalha de ouro para o Brasil, exceto Sidney 2000. Bem diferente das 6 décadas anteriores, marcadas por jejuns e raras conquistas. Relembre agora quem levou o Brasil ao alto do pódio olímpico de Los Angeles 1984 a Atlanta 1996:

Já está seguindo o Yahoo Esportes no Instagram? Clique aqui!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Joaquim Cruz

Sob o calor escaldante de Los Angeles 1984, ele percorreu os 800 m rasos da pista olímpica em 1min43s cravados, estabeleceu um novo recorde olímpico (quebrado posteriormente) e conquistou o sexto ouro olímpico da história do Brasil. E por pouco não se igualou a Adhemar Ferreira da Silva como bicampeão: foi prata em Seul 1988.

Leia também:

Aurélio Miguel

Em números totais, nenhum esporte deu mais medalhas olímpicas ao Brasil até 2016 do que o Judô. Foram 22 no total, e a primeira de ouro veio em Seul 1988, com Aurélio Miguel indo ao alto do pódio na categoria Meio-Pesado (até 95 kg). Ele também foi bronze oito anos depois, em Atlanta 1996.

Rogério Sampaio

O segundo ouro olímpico do Brasil no tatame não demorou a chegar. Logo na edição seguinte à conquista de Aurélio Miguel, o santista Rogério Sampaio superou uma tragédia familiar - a morte do irmão Ricardo, em 1991 - para ouvir o hino nacional no alto do pódio da categoria Meio-Leve (até 65 kg) em Barcelona 1992.

Vôlei Masculino

A Geração de Prata de Los Angeles 1984 preparou o terreno para a primeira medalha de ouro olímpica do Brasil em esportes coletivos, em Barcelona 1992. 12 anos depois, Giovane e Maurício Lima eram os remanescentes no bi olímpico em Atenas 2004. Após pratas em Pequim 2008 e Londres 2012, veio o tri no Rio 2016 - com Serginho presente nas 4 finais.

Jaqueline Silva e Sandra Pires

Da esquerda para direita, Mônica Rodrigues e Adriana Samuel (medalha de prata) e Jacqueline Silva e Sandra Pires (medalha de ouro) (Foto: Reprodução/Rede Nacional do Esporte/Domingos Peixoto/agência O Globo)
Da esquerda para direita, Mônica Rodrigues e Adriana Samuel (medalha de prata) e Jacqueline Silva e Sandra Pires (medalha de ouro) (Foto: Reprodução/Rede Nacional do Esporte/Domingos Peixoto/agência O Globo)

64 anos após a estreia feminina do Brasil nos Jogos Olímpicos - Maria Lenk, em Los Angeles 1932 - finalmente vieram as primeiras medalhas das mulheres. Além da prata no Basquete e do bronze no Vôlei, Atlanta 1996 teve Jaqueline Silva e Sandra Pires conquistando o ouro sobre Adriana Samuel e Mônica Rodrigues no Vôlei de Praia.

Torben Grael e Marcelo Ferreira

A dupla ganhou nada menos que três medalhas olímpicas na classe Star da Vela. Além do ouro em Atlanta-1996, a dupla também foi bronze em Sydney 2000, e novamente ouro em Atenas 2004. Torben Grael também foi bronze na mesma classe Star em Seul 1988 (com Nelson Falcão) e prata na Soling em Los Angeles 1984.

Robert Scheidt

O primeiro brasileiro a ganhar uma medalha de ouro em uma classe individual da Vela - a Laser - engatilhou uma sequência impressionante: além do ouro em Atlanta 1996, Scheidt foi prata em Sydney 2000, ouro novamente em Atenas 2004, prata em Pequim 2008 e bronze em Londres 2012 - as duas últimas na classe Laser ao lado de Bruno Prada.

Leia também