Rei do mata-mata: Palmeiras conta com retrospecto positivo em decisões para final da Recopa

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


Após vitória por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia no jogo de ida da final da Recopa, o Palmeiras decide o título da competição na próxima quarta-feira (14), às 21h30 (horário de Brasília), no Mané Garrincha. Campeão de quase todos os títulos na temporada passada, o Verdão conta com retrospecto positivo em competições eliminatórias.

A temporada de 2020 ficou marcada na história do Palmeiras como uma das mais vitórias do clube. Com exceção do Mundial de Clubes, o Maior Campeão Nacional levantou o troféu de todos os os torneios de mata-mata disputados. Não fosse a derrota por 2 a 0 para o River Plate no jogo de volta das semifinais da Libertadores, os três títulos de 2020 seriam conquistados sem nenhum revés em decisões.

Em 21 jogos disputados em fases eliminatórias em 2020/2021, entre Paulistão, Libertadores, Copa do Brasil e Mundial de Clubes, o Verdão somou 13 vitórias, cinco empates e apenas três derrotas. Além dos resultados positivos, o número de gols nessas partidas chama a atenção, com destaque para a goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU e a vitória por 3 a 0 sobre os Millionários, na Argentina. Totalizando 35 tentos, a média é de 1,7 gols por confronto.

Mesmo com a perda do título da Supercopa do Brasil para o Flamengo, o Palmeiras segue invicto na temporada, com três vitórias e três empates. Desde de novembro de 2020 no Alviverde, Abel Ferreira terá a chance de faturar o terceiro troféu da carreira diante na próxima quarta, diante do Defensa y Justicia. Com a vitória por 2 a 1 na Argentina, o Palestra precisa de apenas um empate para sair campeão.

Além da busca pelo título inédito, o Verdão terá a missão de quebrar uma marca ruim em finais contra equipes argentinas. Foram duas decisões contra os Hermanos e dois vices, as Libertadores de 1968, para o Independiente, e a de 2000, para o Boca Juniors.