'Rei dos clássicos', Miranda pode ser trunfo de Tite na Seleção Brasileira contra a Argentina

·2 minuto de leitura


Após 797 dias, Miranda pode voltar a atuar pela Seleção Brasileira. Com algumas ausências na defesa, o defensor foi convocado por Tite para as Eliminatórias da Copa, e pode ser titular contra a Argentina, adversária na qual coleciona boas memórias.

Veja os clubes com as maiores receitas e dívidas do futebol brasileiro

Com a suspensão de Marquinhos, o atleta do São Paulo se tornou o favorito par formar dupla de zaga com Éder Militão contra a Albiceleste, no domingo (5), às 16h, na Neo Química Arena. Além dos dois zagueiros, Tite conta com Lucas Veríssimo e Léo Ortiz, recém-convocado.

O treinador da Seleção Brasileira falou sobre os atletas de São Paulo e Benfica, e deixou em aberto qual deve começar contra os argentinos.

- Estou muito tranquilo com Lucas Veríssimo e Miranda. Não pensei ainda. Vi o jogo ao vivo, entre Palmeiras e São Paulo, e o Miranda jogou muito. O Lucas está num grande momento, desde a época do Santos. Esteve muito próximo de ser convocado antes. Os dois estão treinando e estão bem preparados e têm essa condição de começar jogando. - ponderou Tite.

Pode pesar à favor de Miranda sua experiência, especialmente contra os rivais. O zagueiro de 36 anos já disputou cinco clássicos contra os argentinos, e jamais foi derrotado. São quatro vitórias e um empate.

BRASIL SEGURA A LIDERANÇA? SIMULE OS JOGOS DAS ELIMINATÓRIAS

Ainda, um de seus três gols vestindo a Amarelinha foi diante dos rivais continentais, em amistoso disputado na Arábia Saudita, na qual o Brasil venceu por 1 a 0.

Apesar da primeiro lugar com folga nas Eliminatórias, Tite sabe como uma derrota diante dos rivais pode desequilibrar o momento da equipe. Dessa forma, a liderança de um atleta que já disputou Copa América e esteve na Copa do Mundo de 2018 pode ser um fator decisivo na escalação.

E o concorrente de Miranda, Lucas Veríssimo, não escondeu a admiração pelo companheiro de posição.

- É um cara que eu sempre acompanhei, na Inter de Milão, Atlético de Madrid, no São Paulo e também na seleção brasileira. Eu o admiro bastante. - afirmou.

O zagueiro do Benfica se mostrou grato por representar o seu país, sendo titular ou no banco de reservas.

- Estou aqui realizando um sonho, tenho vontade de jogar, vestir a camisa do meu país, independentemente de jogar ou não, minha intenção aqui é absorver as ideias boas tanto dos atletas quanto do Tite e tentar ajudar no que for possível. - concluiu Verísssimo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos