Rei do acesso, Givanildo Oliveira está há dois anos sem trabalho e cogita aposentadoria: 'Estou inteiro e lúcido'

·1 minuto de leitura


'Rei do Acesso', assim é conhecido Givanildo Oliveira, treinador de futebol que conseguiu levar cinco times da série B para a séria A e um da série B para a C. Porém, há mais de dois anos, desde que foi demitido do América-MG, a rotina do veterano de 72 anos não incluiu um time de futebol. Giva chegou a ser anunciado em janeiro pelo América-RJ, mas não chegou a treinar a equipe.

+Confira os confrontos do Brasileirão e simule os resultados

- Eu ainda tenho esperança que apareça algum time pra trabalhar. Eu não vou dizer que não espero. Eu estou com 72 anos, mas eu me cuido, estou inteiro e lúcido. Mas eu estou achando que com o avançar do tempo está ficando mais difícil - disse ele, em entrevista ao 'Globo Esporte', da TV Globo.

Givanildo ainda falou sobre a expectativa por um telefonema para este ano, que pode ser sua última. Caso um novo clube não venha, ele disse que pensa em aposentadoria.

- Chegou o final do ano e não apareceu nada, parei. Até agora, eu não me sinto parado. Tenho força pra trabalhar, gosto do que eu faço, estou sentindo saudade do meu trabalho, mas tudo tem sua hora. Você não pode querer passar do limite, não. Meu limite, hoje, é até dezembro - lamentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos