Reformulação no São Paulo pode atingir CT da Barra Funda

Eder encabeça lista de atletas que não ficarão para 2023 (Marcello Zambrana/AGIF)

As mudanças no São Paulo podem não se resumir às saídas de Reinaldo, Miranda, Eder, Marcos Guilherme, Colorado, Luizão, Igor Gomes... O Blog apurou que, para colocar o clube nos trilhos, a diretoria fará o que for necessário em 2023. E isso inclui mudanças dos funcionários do CT da Barra Funda, caso perceba-se a necessidade.

O recado é claro: dedicação e profissionalismo total, para fazer o São Paulo voltar a ser campeão. Quem não estiver dentro do espírito poderá ser trocado, como tem acontecido com o elenco.

Rogério Ceni terá autonomia dentro de campo, enquanto o presidente Julio Casares, o diretor de futebol Carlos Belmonte e o executivo Rui Costa ficarão responsáveis pelas melhorias fora das quatro linhas.

Vale lembrar que o São Paulo foi finalista do Paulistão e da Sul-Americana em 2022, mas acabou em 9º lugar no Brasileirão, uma posição atrás do grupo classificado para a Libertadores do próximo ano.

Além dos jogadores já citados, o Tricolor também pode negociar André Anderson, Nikão, Patrick e atletas valorizados, como Pablo Maia, Rodrigo Nestor ou Leo Pelé, em caso de propostas altas.