Reforços do Corinthians em 2022 elevaram o nível da equipe


O Corinthians já contava com um plantel estrelado no início da temporada. No elenco, estavam nomes como Renato Augusto, Róger Guedes, Giuliano, Fagner e Cássio. Porém, algumas carências existiam em determinadas posições, e o Timão supriu essas lacunas com alguns atletas que deram conta do recado. Outros acabaram não tendo tanto espaço.

> Uruguai e Alemanha eliminados! Lembre vexames de gigantes na primeira fase de Copas

A diretoria corintiana trouxe, em 2022, Ivan, Balbuena, Robson Bambu, Rafael Ramos, Bruno Melo, Maycon, Fausto Vera, Paulinho, Yuri Alberto e Júnior Moraes. O LANCE! preparou um resumo da temporada de cada um dos contratados: confira abaixo!


IVAN

O goleiro foi contratado junto à Ponte Preta para ser o reserva imediato de Cássio, mas pouco jogou. Com a camisa alvinegra, foram apenas três partidas disputadas.

Ele foi negociado na metade da temporada com o Zenit, da Rússia. O acordo envolveu uma troca: Ivan foi para o futebol russo — junto com o atacante Mantuan —, enquanto Yuri Alberto veio para o Corinthians.

Ivan - Zenit
Ivan - Zenit

Ivan hoje é goleiro do Zenit (Foto: Divulgação)

BALBUENA

Repatriado, a meta era que Balbuena — que estava no Dynamo Moskva, da Rússia —formasse uma forte dupla de zaga com Gil.

Nos primeiros jogos, em julho, em um ritmo abaixo, ele teve atuações sem tanto destaque — tendo como referência um alto nível que o zagueiro acostumou o torcedor a esperar dele. Porém, assumiu a posição de titular e, desde seu retorno, foram três gols marcados.

.
.

Balbuena voltou (Foto: IMAGO / Fotoarena)

ROBSON BAMBU

Anunciado como reforço para o Corinthians em janeiro, veio com expectativa por conta da idade (25 anos) e pela experiência no Campeonato Francês. Mesmo assim, o zagueiro foi pouco utilizado na temporada, tendo apenas 12 jogos.

Uma partida que simbolizou o desempenho abaixo de Bambu foi o contra o Always Ready, na fase de grupos da Copa Libertadores. O duelo terminou empatado em 1 a 1, na Neo Química Arena, graças a uma falha dele no gol da equipe boliviana.

Robson Bambu não fica no Timão para o próximo ano.

RAFAEL RAMOS

Rafael Ramos foi uma das heranças de Vítor Pereira. Pedido do ex-treinador, o lateral-direito foi anunciado em abril e, ao todo, esteve presente em 24 jogos apenas. Se mostrou um bom reserva para Fagner.

O que mais complicou sua imagem foi um comportamento além do seu desempenho como jogador. O atleta foi julgado pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por um suposto caso de injúria racial contra Edenilson, do Internacional.

BRUNO MELO

O lateral-esquerdo mal chegou e já está se despedindo. Emprestado pelo Fortaleza, não deve permanecer para a próxima temporada. Teve poucas chances, talvez a principal contra o Boca Júniors, na decisão pelas oitavas da Copa Libertadores, na Bombonera.

FAUSTO VERA

O volante elevou o nível da posição no time, pois outros destaques como Maycon e Paulinho sofreram com lesões.

Desde que chegou ao clube paulista, Vera foi titular em 22 dos 26 jogos que disputou. No Brasileirão, segundo a plataforma Footstats, o argentino teve 39 desarmes certos, ocupando a terceira posição no ranking do time, mesmo com menos tempo de casa. Ele teve uma média de 95% de acerto nos desarmes e ficou atrás só de Fábio Santos nessa estatística.

Fausto Vera - Flamengo x Corinthians
Fausto Vera - Flamengo x Corinthians

Fausto foi bem na temporada (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

PAULINHO

Anunciado ainda em dezembro do ano passado, Paulinho fez só 20 partidas em 2022. A lesão sofrida em maio dificultou sua participação na temporada.

Dos 20 jogos disputados, a maioria foi no Paulistão (12) e todos na primeira fase. Foram quatro gols marcados e uma assistência distribuída em 2022.

MAYCON

O volante criado na base corintiana foi repatriado, pois os jogadores que atuavam no futebol russo e ucraniano puderam procurar outras equipes devido ao conflito entre os dois países.

Quando chegou, tomou conta da posição. Mas passou a sofrer com lesões e ficou a maior parte da temporada no departamento médico. Maycon fez 26 jogos e marcou dois gols.

Maycon - Corinthians
Maycon - Corinthians

Maycon sofreu com lesões, mas quando esteve disponível foi bem (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

YURI ALBERTO

O camisa 9 chegou emprestado pelo Zenit, da Rússia, com status de titular. No Brasileirão, onde o Timão terminou na quarta colocação, foi o segundo melhor da equipe em finalizações (22 certas) e o vice-artilheiro (8 gols). Ao todo, disputou 20 rodadas da competição.

Na temporada, foram 11 gols marcados — estando somente atrás de Roger Guedes, com 15.

JÚNIOR MORAES

Chegou no começo da temporada, com contrato até dezembro de 2023. Ele disputou apenas 17 jogos, tendo somente um gol marcado. Muito da sua falta de sequência foi justificada pelos momentos que viveu na Ucrânia, antes de chegar ao Timão.

A última vez que Moraes jogou foi em agosto, contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil. Na ocasião, ficou somente seis minutos em campo.

Júnior Moraes
Júnior Moraes

Júnior Moraes teve ano apagado (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)