Reforço do Fluminense e amante de golfe, Cano distribuiu cestas básicas no Rio e levantou bandeira LGBTQIA+

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Cano levantou a bandeira LGBTQIA+ em comemoração de gol pelo Vasco (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na última quinta-feira, o Fluminense anunciou a contratação de Germán Cano por duas temporadas. A chegada era bastante aguardada pela torcida, que cobrava um substituto para Fred. Além de goleador, o atacante argentino quebrou recordes, viveu uma espécie de 'redenção' na Argentina e já deu o que falar pelas atitudes dentro e fora de campo. Conheça algumas curiosidades sobre o novo reforço do Tricolor.

Nascido em Lomas de Zamora, cidade ao sul de Buenos Aires, Argentina, Germán Cano começou sua carreira na base do Lanús. Em 2007, subiu para a equipe profissional, mas acabou não tendo espaço no elenco, que foi campeão argentino na mesma temporada. Assim, foi emprestado para o Chacaritas Juniors e Colón, do mesmo país, e depois vendido para o Deportivo Pereira, da Colômbia. Por fim, foi transferido para o Independiente de Medellín.

ARTILHARIA E MUNDIAL DE CLUBES
No Independiente de Medellín, Cano viveu os melhores momentos de sua carreira. Em sua primeira passagem no clube, marcou 54 gols em 99 jogos. Foi emprestado para o futebol mexicano, e no Pachuca conquistou a Liga dos Campeões da Concacaf e, assim, uma vaga no Mundial de Clubes de 2017. Quando retornou à Colômbia, teve um desempenho ainda mais marcante que na primeira vez: foram 75 gols em 95 gols. Desta forma, o argentino se tornou o maior artilheiro da história do clube.

ATRÁS APENAS DE MESSI
Em 2019, quando fazia história no Independiente de Medellín, Cano também conseguiu o reconhecimento tardio do seu país natal. Durante a temporada, o centroavante marcou 41 gols e se tornou o segundo argentino que mais estufou a rede naquele ano, atrás apenas de Lionel Messi. O jogador ainda ultrapassou o número de Cristiano Ronaldo na Juventus, que marcou 39 vezes.

'FAZ O L'
Porém, números não são suficientes para descrever Germán Cano. Conhecido por 'fazer o L' em suas comemorações, o atacante revelou que o gesto é em homenagem ao filho, Lorenzo. Quando jogava no Vasco, rival do Flu, o atacante explicou o motivo para a o canal oficial do clube.

- Sempre que faço um gol dedico ao meu filho, Lorenzo. É a minha felicidade. Sempre dedico a ele porque enche meu coração e minha alma, é sempre lindo um pai dedicar um gol ao seu filho - afirmou.

APOIO ÀS CAUSAS SOCIAIS
Mesmo discreto, Cano também não esconde suas convicções. Em 2020, no Dia do Orgulho LBTQIA+, o atacante comemorou um gol sobre o Brusque levantando a bandeira da causa, colocada na sinalização de escanteio do gramado. Em entrevista ao "Olé", ele falou sobre o momento.

- O bom dessa comemoração é que não foi planejada. Foi algo do momento e isso o torna mais bonito. Quando fiz o gol, me ocorreu correr até a bandeira, tirá-la e pegá-la, dando uma mensagem de respeito, paz e amor. Somos todos iguais e cada um pode pensar livremente o que quiser. Essa é a mensagem que queria transmitir para todo o mundo. Afetou muito em diversos países e o mais bonito é que foi natural e sincero. Nada planejado - afirmou.

O fato repercutiu e, dias após o ocorrido, o jogador prestou apoio e quis presentar Josh Cavallo com o uniforme utilizado na partida. O colega de trabalho, que atua na Austrália havia se assumido gay em suas redes sociais.

IDENTIFICAÇÃO
Em maio de 2021, Cano e a esposa foram ao Morro do Tuiuti, que fica nos arredores de São Januário, na Zona Norte do Rio. Eles entregaram pessoalmente as cestas básicas adquiridas com valor arrecadado com a venda de suas peças no leilão da Play For Cause. Os itens, autografados, renderam mais de R$ 13 mil.

OUTRO ESPORTE
Além de ser especialista em fazer gols, Germán Cano também é bom em outro esporte: o golfe. Ele já chegou até a publicar uma foto nas redes sociais bem conhecido no Fluminense, o também argentino Darío Conca. O ex-Vasco já chegou a disputar em 2017 um torneio amador do circuito da PGA. Foi neste mesmo ano que ele conseguiu o primeiro "hole in one", expressão usada no esporte para o jogador que acerta o buraco logo em sua tacada inicial.

O torcedor vive a expectativa por ver o novo jogador estrear com a camisa do Fluminense. Germán Cano já se juntou aos companheiros e treina no CT Carlos Castilho visando o Campeonato Carioca e a segunda fase da Libertadores. O primeiro jogo da temporada é em 27 de janeiro, às 21h, contra o Bangu.

*Estagiária sob supervisão de Luiza Sá

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos