Reforço alvinegro, peruano Lecaros é fã de Neymar e bom em assistências

Fernanda Teixeira
LANCE!
Peruano vai reforçar o ataque do Botafogo em 2020 (Foto: Reprodução/Twitter)
Peruano vai reforçar o ataque do Botafogo em 2020 (Foto: Reprodução/Twitter)


Em busca de montar um time competitivo com poucos recursos, o Botafogo apostou no atacante Alexander Lecaros para a temporada que se inicia. O peruano de 20 anos chega a General Severiano como uma das apostas para melhorar os números do ataque, que deixaram a desejar em 2019. O jornalista compatriota do atleta, Omar Davila, conversou com o LANCE! e analisou as principais características do reforço alvinegro. Além de apontar Lecaros como canhoto "de elegância", o especialista revelou idolatria do jovem pelo craque Neymar.

– Alexander Lecaros é um canhoto de muita elegância dentro de campo, que decide muito bem dentro da área. Ele gosta de jogar pelos lados e de fazer as diagonais. O ponto forte dele é a versatilidade. Ele é capaz de jogar como ponta por ambos os lados do campo. Por algum tempo já atuou como lateral. Ele sempre sonhou jogar no Brasil e é fanático pelo Neymar, gosta muito de assistir os vídeos dele – contou Davila.

Aos 20 anos Lecaros foi promovido ao time profissional do Real Garcilaso-PER, agora chamado de Cusco FC, em 2015. Em quatro temporadas no clube, alternou titularidade e reserva. Canhoto, ele iniciou a carreira como lateral-esquerdo, passou para a ponta no mesmo lado, mas também pode atuar como ponta direito. Veloz, tem, ainda, a facilidade de buscar o um contra um.

Jogar no Brasil era um sonho antigo do atleta. Em declarações à mídia peruana, afirmou estar muito feliz coma transferência, assim como seus familiares e amigos. Lecaros desembarca no Rio de Janeiro no próximo domingo e se reapresenta com o restante do elenco no Nilton Santos, no dia 8 de janeiro.

O atacante tem a carreira administrada pela Team Redde, mesma empresa que cuida dos interesses dos atacantes de seleção peruana Jefferson Farfán (Lokomotiv Moscou) e André Carrillo (Al Hilal) e do zagueiro Carlos Zambrano (Dínamo de Kiev).

Poucos gols na carreira

Apesar de jovem, Alexander Lecaros atua profissionalmente desde os 16 anos. Chegou a ser convocado para a seleção peruana Sub-18 e participou de vários períodos de treinos com os times nacionais de base. Ele, no entanto, acabou fora da lista do técnico Nolberto Solano, com os atletas Sub-23 que vão representar o país andino no Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, a partir do dia 18.

Em 2015, foi reserva na equipe cusquenha sob o comando do técnico argentino Marcelo Vivas, o primeiro a notar talento em um então jovem promissor. Com apenas 16 anos, estreou pelo Garcilaso no dia 5 de março de 2016, no empate em 2 a 2 com o Juan Aurich, pelo Campeonato Peruano.

Lecaros é habilidoso e ousado em campo, mas tem como ponto fracos os poucos gols anotados como profissional. Segundo números publicados pelo jornal "El Comercio", ele tem 81 jogos na carreira e apenas dois gols. A escassez de bolas nas redes, no entanto, é compensada pela habilidade em ser garçom e deixar os companheiros na cara do gol. Em 28 jogos, em 2019, deu quatro assistências.

O primeiro gol foi anotado no dia 26 de outubro de 2017, na derrota por 3 a 2 para o Alianza Atlético de Sullana. O segundo gol só saiu quase dois anos depois, na goleada do por 4 a 0, contra o Unión Comercio.

O atacante chegou ao Glorioso sem custos, após o término do vínculo com o Real Garcilaso-PER, e assinou por duas temporadas. O Alvinegro terá 80% dos direitos federativos do atleta - os outros 20% serão divididos entre jogador e estafe pessoal.

Os vencimentos do jogador não passarão de R$ 50 mil por mês, o que ajudou na negociação. A transferência se encaixa no perfil buscado pelo Botafogo, até a conclusão do processo de transição para o modelo empresarial e a chegada de investidores: jogadores jovens e com bom custo-benefício.






















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também