Reforçado, Flamengo mira liderança de grupo na Libertadores

Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com um histórico de problemas na fase de grupos da Copa Libertadores, o Flamengo espera evitar sustos em 2020. O atual campeão, que sofreu para avançar ao mata-mata no ano passado, encara o Barcelona, do Equador, para ficar em situação tranquila em sua chave.

A equipe tenta chegar aos seis pontos no Grupo A. Na estreia, venceu o Junior Barranquilla, na Colômbia, por 2 a 1.

Triunfar sobre o Barcelona -que, em casa, começou sua campanha levando 3 a 0 do Independiente del Valle, também do Equador- deixará o Flamengo no caminho para uma classificação sem traumas. "Defender o título é muito bom. Você vê que o peso saiu dos jogadores", disse o lateral-esquerdo Filipe Luís.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O único desfalque rubro-negro na partida será o volante Willian Arão, ainda suspenso por causa da expulsão na final da Recopa Sul-Americana. Em compensação, Rodrigo Caio e Rafinha voltarão a reforçar o Flamengo.

FLAMENGO

Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. T.: Jorge Jesus

BARCELONA

Mendonza; Vallecilla, Riveros, Aymar e Gabriel Marques; Velasco, Piña, Castillo e Díaz; Emmanuel Martínez e Fidel Martínez. T.: Fabián Bustos

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 21h (de Brasília) desta quarta-feira (11)

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

TV: Globo (menos para SP) e SporTV

Leia também