Refletores, área para goleiros e campo sintético: as mudanças no Ninho para 2020

Lazlo Dalfovo
LANCE!


Pela primeira vez desde a reapresentação, o Flamengo não treinou no período da tarde, na última sexta-feira. O grupo de garotos comandado por Maurício Souza volta às atividades na manhã deste sábado. Mas, enquanto as competições não são iniciadas, o clube promove mudanças no Ninho do Urubu.

Além da roupagem no módulo profissional, o CT passará por reformas a pedido de Jorge Jesus e em prol da excelência nos trabalhos diários. O campo 1, por exemplo, terá iluminação para os treinos que se esticam até o período da noite.

A ideia já fazia parte do planejamento de diretorias anteriores, porém avançou e está perto de se concretizar graças às cobranças do Mister, que retorna aos trabalhos, junto à sua comissão técnica, no dia 20.

- Têm vários projetos andando. O campo 1 e 2 já estão sofrendo alterações. O estágio exato da iluminação não vou saber dizer, mas vai ter iluminação no campo 1. Houve um afastamento nos campos para ter mais espaços - disse Bruno Spindel, diretor de futebol, em recente conversa com jornalistas.





Treino - Flamengo
Treino - Flamengo
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Hoje, os goleiros treinam na lateral dos campos ou nos gols, no mesmo campo que os jogadores de linha (Foto: Marcelo Cortes / CRF)

E há mais duas novidades para 2020. Uma é que terá uma área de treinamentos dedicada exclusivamente para todos os goleiros do profissional no Ninho - a informação foi divulgada primeiramente pelo jornal "O Globo".

Outro planejamento é reformar e ampliar o campo de grama sintética (atualmente desnivelado), o deixando próximo das medidas dos gramados utilizados nos torneios organizados pela CBF e Fifa - e para uma preparação melhor para os jogos contra o Athletico-PR na Arena da Baixada, por exemplo.

Cabe destacar que os jogadores que estiveram no Mundial de Clubes só se reapresentam no dia 27, com, possivelmente, tais projetos em fase final.





Leia também