Red Bull descarta acolher Ricciardo caso Renault deixe F1: “Não há vaga”

Redação GP

Consultor da Red Bull, Helmut Marko deixou claro que Daniel Ricciardo não poderá voltar à equipe caso a Renault deixe a Fórmula 1. O dirigente ressaltou que a escuderia dos energéticos não tem vaga para o australiano.

No fim do mês passado, durante uma conferência com investidores, Clotilde Delbos, diretora-executiva interina da Renault, deixou claro que a equipe na F1 vai passar por uma revisão interna e que a permanência no esporte não está garantida.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Helmut Marko (Foto: Reprodução)


Paddockast #40

QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM






Hoje defendida por Ricciardo e Nico Hülkenberg, a Renault contratou Esteban Ocon para formar par com o australiano em 2020.

Em meio à rumores de que a Renault pode deixar o Mundial, Marko deixou claro que a Red Bull não tem como acolher Daniel. 

“Nossos pilotos estão definidos. Não há vaga”, disse Marko. 

O consultor, aliás, também descartou acomodar Ricciardo em um terceiro carro na temporada 2020.

“Isso não foi discutido, mas quem pagaria por isso?”, questionou. “Eu acho que o time seria imediatamente assumido por alguma outra pessoa”, concluiu.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também