Red Bull Bragantino vence o Independiente del Valle e abre vantagem na Sul-Americana

·4 minuto de leitura


O torcedor do Red Bull Bragantino não poderia estar mais feliz. Além da boa campanha no Brasileirão, onde briga pelas primeiras posições, a equipe levou a melhor na partida de ida das oitavas de final da Sul-Americana nesta quarta-feira, no estádio Banco Guayaquil, ao derrotar o Independiente del Valle por 2 a 0.

CONFIRA A TABELA DA COPA SUL-AMERICANA

Com o resultado, a equipe do técnico Maurício Barbieri poderá perder por um gol de diferença, além de jogar por qualquer empate para avançar às quartas. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (21), no estádio Nabi Abi Chedid.

INÍCIO DE ESTUDO E EQUILÍBRIO

Sabendo que qualquer erro poderia ser crucial no jogo de ida, tanto o Independiente del Valle, quanto o Red Bull Bragantino, apostaram pela cautela nos primeiros movimentos. Entretanto, com o passar do tempo, quem arriscou-se pela primeira vez foram os donos da casa, com Jonathan Bauman, mas a bola acabou saindo à direita do goleiro Cleiton.

Por outro lado, os visitantes não ficaram por baixo e também se lançaram ao seu campo de ataque. Na sequência, foi a vez de Praxedes ser acionado na frente, porém Moises Ramírez conseguiu mandar para escanteio.

BRAGANTINO ABRE O PLACAR

Passando o momento de igualdade, aos poucos o time brasileiro foi aparecendo com mais frequência em seu campo de ataque. E se deu bem. Aos 18 minutos, após cobrança de escanteio de Artur, a bola acabou passando por toda a área até chegar em Fabrício Bruno que, de cabeça, abriu a contagem no estádio Banco Guayaquil.

EQUATORIANOS TENTAM O EMPATE, MAS QUASE LEVAM O SEGUNDO

Em desvantagem, o time treinado pelo técnico Renato Paiva não quis saber de perder tempo atrás de seu tento. Com isso, em três boas chegadas, sendo a primeira com Praxedes afastando o perigo, na segunda com Jonathan Bauman finalizando, porém vendo sua bola ir para fora, além da terceira que parou na defesa de Cleiton na tentativa de Fernando Gaibor.

Sem sucesso, o Massa Bruta aproveitou para tentar suas últimas tentativas. Entretanto, assim como foi pelo lado adversário, as chances acabaram parando na defesa dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final na etapa.

EQUIPE VISITANTE FICA EM VANTAGEM NÚMERICA

Na volta para a segundo tempo, nenhum dos dois técnicos optou por alguma mudança em seus respectivos esquemas iniciais. Sendo assim, quem ditou o rito logo nos primeiros movimentos foi o Red Bull, conseguindo assustar o arqueiro Ramírez com um chute de Praxedes.

E se as coisas para o del Valle já estavam difíceis, aos 12 minutos complicaram ainda mais. Após lance de Jonathan Bauman com Edimar, o árbitro acabou consultado o VAR e expulsou o camisa 32, deixando sua equipe com nove em campo.

RED BULL APROVEITA E AMPLIA

Sem perder tempo, o Massa Bruta tratou de ir pra cima atrás de mais um gol. E deu certo. Aos 19, em jogada iniciada com Ytalo, a bola chegou até Praxedes que, por sua vez, deu um passe açucarado para Eric Ramires deixar o dele, fazendo 2 a 0 para os visitantes.

MUDANÇAS PARA A RETA FINAL

Em situações opostas, os comandantes então decidiram promover algumas trocas até a reta final da etapa. Pelo lado da equipe local, nomes como Landazuri e Sánchez foram escolhidos para dar um novo ânimo em campo. Porém, não ficando por baixo, Barbieri renovou seu time colocando Lucas Evangelista, Pedrinho, além de Alerrandro, visando ganhar tempo, além tentar encontrar mais um gol para ficar em situação ainda mais confortável.

Entretanto, mesmo com as mudanças, poucas foram as emoções até a reta final, com exceção ao milagre de Cleiton, aos 47, em uma primeira finalização, porém com o rebote desperdiçado pelo rival na sequência. Passando o susto, o time brasileiro apenas administrou o placar construído levando uma boa vantagem para o duelo da volta.


FICHA TÉCNICA
INDEPENDIENTE DEL VALLE x RED BULL BRAGANTINO - OITAVAS DE FINAL SUL-AMERICANA - JOGO DE IDA
Estádio:
Banco Guayaquil, em Sangolquí (EQU)
Data: 14 de julho de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Cartões amarelos: Jonathan Bauman (IDV)
Cartões vermelhos: -

Gol: Fabrício Bruno, 18'/1ºT

INDEPENDIENTE DEL VALLE (Técnico: Renato Paiva)
Moises Ramírez; Richard Schunke, Willian Pacho e Luis Segovia; Álan Minda (Sánchez, aos 23'/2ºT), Nicolás Previtalli, Bryan García, Lorenzo Faravelli (Landazuri, aos 28'/2ºT), Fernando Gaibor e Fernando Guerrero (Junior Sornoza, aos 19'/2ºT); Jonathan Bauman

RED BULL BRAGANTINO (Técnico: Maurício Barbieri)
Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar; Jadsom, Eric Ramires (Lucas Evangelista, aos 27'/2ºT) e Praxedes; Artur, Ytalo (Alerrandro, aos 37'/2ºT) e Cuello (Pedrinho, aos 25'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos