Após recusar Timão, Drogba acerta com time da segunda divisão dos EUA

Depois de longa novela no começo do ano, o atacante Didier Drogba optou por recusar assinar contrato para defender do Corinthians. Meses depois, o marfinense de 39 anos chegou em um acordo para defender o Phoenix Rising, clube que disputa a United Soccer League, espécie de segunda divisão do futebol dos Estados Unidos.

Drogba não joga futebol desde dezembro, quando o seu contrato com o Montreal Impact, equipe da Major League Soccer, expirou. Agora, o ídolo do Chelsea emplaca a sua segunda empreitada em solo norte-americano, só que com a certeza que não poderá subir para a primeira divisão, já que o futebol estadunidense não trabalha com o sistema de rebaixamento e promoção.

No Phoenix Rising, o centroavante encontrará o seu ex-companheiro de equipe Shaun Wright-Phillips, 35 anos, e o treinador Frank Yallop, que jogou no Ipswich Town, fez carreira em times americanos e comandou a seleção canadense.

Didier Drogba marcou 23 gols em 41 partidas em duas temporadas pelo Montreal Impact. Em sua carreira, o marfinense balançou as redes 279 vezes e fez 109 assistências em 651 jogos. Além disso, ele conquistou uma Liga dos Campeões, quatro Campeonatos Inglês e foi eleito duas vezes o jogador africano do ano.