Recuperado de lesão, Richarlison diz estar '200%' para a Copa do Mundo

DOHA, QATAR (FOLHAPRESS) - Entre as seleções consideradas favoritas ao título da Copa do Mundo, o Brasil já está à frente das demais em um aspecto: as condições físicas. Diferentemente de França e Argentina, por exemplo, Tite não tem problemas com lesão e não foi obrigado a fazer cortes depois de ter apresentado a lista dos 26 convocados.

O único nome que em algum momento foi ponto de interrogação na cabeça da comissão técnica se declarou livre de dores nesta segunda-feira (21): Richarlison assegurou estar em condições normais para a estreia da equipe. Na quinta-feira (24), a seleção enfrentará a Sérvia às 16h (de Brasília).

"Não estou 100% Estou 200%. Para mim, a Copa do Mundo já começou, e usei esses 10 dias [desde a apresentação do grupo] para me recuperar bem. Agora, chegou o momento de ser feliz, de se divertir. Eu estou aqui para isso", disse o atacante.

O atleta de 25 anos sofreu uma lesão na panturrilha em partida do Tottenham Hotspur (ING) na metade de outubro e chegou a preocupar o treinador. Após exames de imagem, ficou constatado que o atacante teria condições de disputar a Copa do Mundo.

"Estaremos atentos, mas sabemos que a recuperação deverá ser de três semanas. A performance deverá ser muito boa", acreditava no momento da convocação o preparador físico da seleção, Fábio Mahseredjian.

Richarlison será o camisa 9 do Brasil na Copa e deverá atuar no ataque com Neymar. Tite convocou nove homens de frente, com opções como Raphinha, Vinicius Junior e Gabriel Jesus. A expectativa é uma busca agressiva pelos gols.

"Vão acontecer naturalmente com esses companheiros que eu tenho no ataque. A cobrança veio no Gabriel Jesus na última Copa porque ele era o 9. E, quando você veste a 9, a primeira coisa que vem à cabeça é fazer gols", disse o capixaba.

Na Copa de 2018, Jesus não anotou nenhuma vez nas cinco partidas realizadas pelo Brasil. Richarlison tem 17 bolas na rede com a camisa da seleção e fez parte da equipe campeã da Copa América de 2019. Ganhou também a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano passado.

Ele é nome quase certo no time que começará a Copa, ainda não divulgado por Tite. O técnico fez um ensaio nesta segunda, mas a atividade não pôde ser acompanhada pelos jornalistas, que precisaram deixar o estádio Grand Hamad após a parte inicial do treinamento.