Recuperado, Angelotti faz balanço de temporada e mira 2022 no Kashiwa

·1 min de leitura
Brasileiro de 23 anos disputou 14 jogos e balançou a rede em três oportunidades (Foto: Divulgação/Kashiwa Reysol)


Após o fim do seu vínculo com o Red Bull Bragantino, o jovem atacante Rodrigo Angelotti foi anunciado em janeiro de 2021 como reforço do Kashiwa Reysol, do Japão. Em sua primeira temporada no futebol japonês, o brasileiro de 23 anos disputou 14 jogos e balançou a rede em três oportunidades.

Por conta de uma grave lesão de grau três sofrida no músculo posterior da coxa, Angelotti ficou tempo considerável afastado dos gramados tratando do problema e perdeu grande parte dos jogos do Kashiwa na temporada. Além da questão física, o atacante flou da dificuldade inicial de se adaptar a uma nova língua e cultura.

- Temporada passada foi muito difícil pela questão de chegar a um novo país, nova língua, nova cultura e me ambientar. A questão da adaptação influencia bastante. No começo da temporada fui entrando nos jogos, me entrosando com os companheiros, pude fazer meus gols que ajudaram a equipe de alguma forma. Depois tive uma grave lesão, grau três no posterior da coxa, e fiquei um longo período afastado. Espero que agora seja diferente e que não sofra com novas lesões - comentou o camisa 29.

Após as férias com os familiares no Brasil, Angelotti retornou ao Japão no início do ano, cumpriu quarentena e se reapresentou ao Kashiwa, que iniciou os trabalhos há quase duas semanas visando a preparação para a temporada 2022. Focado na pré-temporada, o jogador espera cumprir com os objetivos individuais e coletivos.

- Espero que esse ano seja uma boa temporada para o clube, um ano de sucesso, que a gente consiga alcançar todos os nossos objetivos dentro das competições. Vou me dedicar, me doar ao máximo, com muito foco para que eu possa também fazer uma boa temporada - completou o atleta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos