Recorte do passeio de Oscar na NBA vira documentário com Kobe Bryant

Apesar das críticas em relação à participação de Oscar num jogo do NBA All-Stars, mais um recorte desta visita tardia foi transformado em documentário pela ESPN Brasil.

“Oscar por Kobe”, transmitido pela emissora esta semana, é uma extensão da entrevista que um dos maiores astros do basquete concedeu à emissora, à época da participação do cestinha num evento da NBA em fevereiro deste ano.

Durante a conversa com o repórter José Renato Ambrosio, Kobe falou da influência do craque brasileiro em sua maneira de jogar. Para quem não sabe, o pai do astro, Joe Bryant, jogou com Oscar no basquete italiano, nos anos 80. Ele inclusive conta que, quando ia passar férias nos Estados Unidos, os amigos às vezes comentavam do “jogador brasileiro que se destacou no Pan-Americano de Indianápolis”, em 1987. E, embora ídolo em seu país, era um desconhecido na terra-mãe do basquetebol profissional.

Muito grato pelos ensinamentos, Kobe diz que Oscar certamente estaria entre os 50 melhores da história da liga, caso tivesse aceitado o convite do draft de 1984.

O documentário, curto, é só mais um desdobramento da polêmica participação do brasileiro na NBA, mais de 30 anos depois. Os brasileiros esperavam muito pelo momento – que acabou frustrando expectativas e se mostrando muito mais uma ação comercial que, de fato, uma participação arrasadora. Mas o papo com Bryant vale a pena. Pela história do basquete mundial.

Leia também